Criminosos ateiam fogo em ônibus e prejudicam atendimento à população na Zona Sul de São Paulo nesta sexta (26)

Pelo menos três ônibus foram incendiados pelo bando na Avenida Cupecê

WILLIAN MOREIRA

Um bando de criminosos, num suposto protesto, causa grandes transtornos na Zona Sul da cidade de São Paulo na noite desta sexta-feira, 26 de novembro de 2021.

Pelo menos três ônibus do transporte coletivo municipal foram apedrejados e incendiados na Avenida Cupecê, próximo do número 4.900.

O motivo do ataque não foi informado oficialmente pela polícia e perdeu o foco com o ataque, mas as primeiras informações dão conta que seria a morte de um homem em uma moto durante operação policial na região.

O trabalhador que volta para a casa é prejudicado pelo ato dos criminosos.

Várias linhas de ônibus estão com atrasos e desvios no percurso para evitar mais ataques.

Motoristas, cobradores e passageiros temem ser feridos pelo bando que promoveu este ato.

A Polícia Militar foi acionada e atua para conter os atos criminosos e permitir a volta à normalidade.

Ônibus estão sendo recolhidos e nesta noite não voltam mais à operação nesta sexta-feira (26).

Veja as linhas cujos passageiros são prejudicados pelos bandidos

SPTrans

509M/10 – Terminal Princesa Isabel/Jardim Miriam;
516N/10 – Praça D. Gastão/Jardim Miriam;
577T/10 – Metrô Ana Rosa/Jardim Miriam;
607C/10 – Itaim Bibi/Jardim Miriam;
5018/10 – Jabaquara/Shopping Interlagos;
5018/31 – Jabaquara/Shopping Interlagos;
5129/10 – Jardim Miriam/Terminal Guarapiranga;
5129/41 – Jardim Miriam/Santo Amaro;
5178/10 – Praça João Mendes/Jardim Miriam;
6338/10 – Parque Ibirapuera/Jardim Miriam;
6358/10 – Terminal Bandeira/Jardim Luso;

EMTU

376 – São Paulo (Brooklin)/Diadema (Terminal Metropolitano de Diadema) – Next Mobilidade

Em nota, a SPTrans, que gerencia o sistema, diz que os desvios começaram por volta de 19h10

A SPTrans informa que ônibus municipais estão sendo alvo de vandalismo desde as 19h10 desta sexta-feira, 26 de novembro, na região da Av. Cupecê x Av. Santo Afonso, em Americanópolis, Zona Sul. Como medida de segurança, as linhas de ônibus estão sendo desviadas no local.

A SPTrans repudia atos de vandalismo. A Polícia Militar e a equipe de fiscalização da SPTrans foram acionadas.

CRIMES

Muito mais que puro vandalismo, ataques a veículos de transportes coletivos, colocar em risco a integridade física de passageiros, fiscais, motoristas e cobradores, além de impedir circulação de serviço essencial, são classificados como crimes pelo Código Penal Brasil.

A lei é clara em classificar como criminoso quem comete crime.

Veja os artigos:

artigo 163 do Código Penal deixa claro que destruir inutilizar ou deteriorar o bem ou serviços de uma união, tanto estado, quanto município é considerado crime contra o patrimônio público. São enquadrados também bens privados a serviço público, que é o caso de ônibus de concessionárias e permissionárias de transporte público.

artigo 262 considera crime expor a perigo meio de transporte público, impedir-lhe ou dificultar-lhe o funcionamento. A pena é de detenção, de um a dois anos.

artigo 132, por sua vez, classifica como crime expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente.

No caso de incêndio a ônibus, outro artigo pode ser invocado.

artigo 250 descreve o delito de incêndio, que consiste na atitude de gerar um incêndio que coloque em risco a vida ou os bens de outra pessoa e cita o transporte como fatores de agravamento da pena: c) em embarcação, aeronave, comboio ou veículo de transporte coletivo; d) em estação ferroviária ou aeródromo;

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. RODRIGO FELIX ANDRADE disse:

    É fácil falar em vandalismo né? Por que não cita que um policial matou um inocente e isso foi o motivo da queima!

    1. diariodotransporte disse:

      E tá certo queimar?

  2. Thiago disse:

    Só quem é de la sabe o que acontece…mataram um muleque e ninguém vai consolar essa família…e o policial que cometeu assassinato vai sair liso.

    1. diariodotransporte disse:

      E ônibus queimado não vai prender o policial errado, não vai consolar a família e o pior: tirou toda a legitimidade do protesto
      Quantos ônibus já foram queimados por causa de erros da policia e nada foi resolvido
      Fica a pergunta: Não está na hora de mudar a forma de protestar, sem violência, inclusive?

  3. Luiz Mauro ferreira Silvia disse:

    Como sempre a polícia só chega depois que polícia compede que nós temos.

  4. Daniel disse:

    Cade a parte q fala q o protesto era por causa de um policial que matou um cara?
    Eu moro na frente do local e falta muita informação aí, matéria tendenciosa e jornalista mau caráter

    1. diariodotransporte disse:

      Tá no texto, releia antes de fazer acusações infundadas.
      Mas me responda, amigo. Você, Daniel (sem sobrenome), vamos ver se você é um cidadão de bom caráter:
      Daniel, você aprova este ato criminoso de colocar fogo em ônibus e em risco a vida de passageiros, cobradores e motoristas?
      Sua resposta deve indicar seu caráter e sua tendência.

Deixe uma resposta