Prefeitura e Visate chegam a um acordo e transporte coletivo de Caxias do Sul será normalizado neste sábado (20)

Acordo foi para o pagamento de R$ 4 milhões de forma emergencial para evitar o colapso do serviço. Foto: Jovane Cecchin/Ônibus Brasil.

Município efetuará um pagamento emergencial à empresa

WILLIAN MOREIRA

Após uma reunião na tarde desta sexta-feira, 19 de novembro de 2021, a Visate vai retomar o atendimento normal do transporte coletivo de Caxias do Sul, no estado do Rio Grande do Sul, neste sábado (20).

A empresa e a Prefeitura firmaram um acordo para o pagamento de R$ 4 milhões de forma emergencial para evitar o colapso do serviço.

O valor foi determinado por técnicos da prefeitura e classificado como “incontroverso”.

Além disso, o poder executivo e representantes da operadora do transporte vão criar um grupo de trabalho para realizar uma revisão no contrato vigente e da tarifa para o ano de 2022.

Como mostrou o Diário do Transporte, a Visate havia colocado 50% da frota em circulação alegando problemas financeiros.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/11/19/visate-reduz-em-50-frota-para-atender-o-transporte-coletivo-de-caxias-do-sul-rs/

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. TIAGO PIMENTEL MACUGLIA disse:

    Vergonha,tudo errado, abrir espaço para outra empresa q respeite os caxienses,e o povo q já paga uma passagem cara ainda paga para pagar..socorro Pepe precisamos de vc volta PT com urgência!

  2. TIAGO PIMENTEL MACUGLIA disse:

    Tem que dar essa ajuda para o uber que tem preço justo e funciona 1000 X melhor e abandonar a visate que só explora o povo…

  3. Juliano Vukojević disse:

    A Visate é a melhor empresa de transporte urbano no interior do estado, aliás o brasileiro tem uma mentalidade tão atrasada em relação a mobilidade urbana achando que subsídio ao transporte público é dar dinheiro pra empresário. Subsídio ao transporte era uma coisa pra ontem porque é pra benefício da população e é uma prática nos países onde há transporte público de qualidade.

Deixe uma resposta