Empresa de ônibus de Franca (SP) instala sistema de reconhecimento facial

Objetivo é inibir as fraudes no uso de cartões. Foto: Divulgação.

Leitor biométrico funciona mesmo com o uso de máscaras, segundo a concessionária

JESSICA MARQUES

A empresa de ônibus São José, que opera no transporte coletivo de Franca, no interior paulista, está instalando um sistema de reconhecimento facial.

O objetivo é evitar o uso indevido do cartão pelos usuários que não usufruem de algum tipo de benefício tarifário no transporte urbano do município.

São considerados beneficiários de gratuidade os titulares dos cartões do tipo Escolar, Idoso, Gratuidade, Subsidiado e Servidor Público.

Segundo a empresa, o sistema consiste na instalação de uma câmera, que registra o rosto da pessoa ao passar pela catraca com o cartão.

Para que a identificação funcione, a São José iniciou a troca dos validadores embarcados em toda a frota que atende a cidade.

A expectativa é a de que, a partir da primeira quinzena deste mês, todos os ônibus da frota estejam com o novo sistema instalado e em funcionamento.

FUNCIONA COM MÁSCARA

De acordo com a empresa, os novos equipamentos, dotados de uma moderna tecnologia, podem realizar transações em tempo real e integrar com os equipamentos de biometria digital e facial.

Além disso, o leitor biométrico facial consegue avaliar com grande assertividade as características faciais de uma pessoa, por meio de parâmetros digitais, mesmo com o uso de máscara.

“Uma central de monitoramento identifica se o cartão pertence ou não à pessoa que o está usando, a partir da comparação das imagens capturadas dentro do ônibus, durante a passagem pela catraca, com as imagens de cadastro do usuário”, detalhou a empresa, em nota.

Com isso, a empresa objetiva um maior controle nas utilizações dos usuários que possuem gratuidade total ou parcial no transporte da cidade, de forma a evitar as fraudes.

“Afinal, a utilização de benefícios por quem não tem o direito acaba por onerar o sistema, o que traz prejuízo para todos. O uso dos cartões com gratuidade é de uso pessoal e intransferível, conforme legislação vigente”, detalha a São José.

Quando um eventual uso indevido na utilização do benefício for detectado, o cartão será bloqueado preventivamente e o titular do cartão terá que comparecer ao Terminal Central Ayrton Senna, no departamento do órgão gestor do sistema de transporte coletivo urbano da Emdef (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Franca), onde receberá as instruções necessárias. As penalidades podem variar de uma advertência por escrito até a suspensão do benefício.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Locolico disse:

    Isto daí reconhecimento facial nada mais é fins dos tempos isso tava previsto acontece
    Isto é pra ir acostumando o povo a aceitar o chip marca da besta quando o anti Cristo estiver reinando na terra ninguém vai comprar ou vender sem a marca da besta
    Isto pra quem ficar aqui na terra depois do arrebatamento do povo de Deus
    Eles implantando reconhecimento facial com desculpa que irá inibir gente usar cartão de outra pessoa é uma meia verdade pra facilitar a vinda do anti Cristo
    É meu povo o negócio é se apegar a Deus
    Está quarentena abusiva no mundo todo que não resolveu em nada em relação a morte das pessoas por covid nada mais foi pra quebra a economia mundial para abalar a terra o povo fica sem rumo pra que dizerem eles os políticos de que necessita de um governo único mundial pra governar a terra que vai tar num caus dos a bíblia que o anti Cristo surgirá aí
    Por parte do mal a saber satanás
    Mas não pensem que ele vira como pessoa má não vai vir como político influente simpático falando de paz e amor o falso profeta vai iludir o povo com tua bondade
    Então vira o fim depois é só tragédia aqui na terra quando a igreja for tirada da terra porque o Espírito Santo também será tirado
    E o anti Cristo vai reinar por parte do mal a saber satanás para castigo dos mal misericórdia
    Deus nos abençoe
    Tive que revela isto ao povo

  2. Isabel disse:

    Eu só acho que essa empresa deveria investir em nova frota para flexibilizar horários dos ônibus, sem deixar que o trabalhador passe de uma hora a duas no terminal esperando ônibus, que mudam de horário sem aviso prévio, não fazem a mesma rota no feriado mesmo se o comércio for funcionar…por ser única essa empresa só pensa nos lucros nunca em seus clientes, que já estão cansados de tanta falta de comprometimento… nunca pensam em melhorar sua prestação de serviço porém nunca esquecem do abusivo aumento anual

  3. Maria disse:

    Na minha opinião antes de colocar reconhecimento facial seria bom pensar na melhoria dos ônibus recontratar os cobradores para agilizar a entrada dos passageiros porque o que seria da empresa se não tivesse os passageiros

  4. Cleber disse:

    Primeiro precisa colocar ônibus, hoje todos nós sabemos que a população de Franca sofre pela falta de transporte público em nossa região.
    Ainda existe um agravante sabemos que a São José não perde a chance de enfiar no povo tarifas abusivas isso para mim só está parecendo mais uma desculpa para aumentar a passagem e lucrar.
    Sem contar o monopólio que existe, nunca vi uma cidade deste tamanho com apenas uma empresa de transporte.

Deixe uma resposta