Diário no Sul

Curitiba (PR) realiza ações de combate ao racismo em terminais de ônibus

Nesta quarta (17), foi a vez do terminal da CIC e na sexta (19), do terminal do Sítio Cercado receber essa ação social das 7h até 9h. Foto: Divulgação / Prefeitura de Curitiba.

Passageiros recebem informações sobre personalidades negras como Zumbi dos Palmares e também sobre o que é racismo

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura de Curitiba, no estado do Paraná, realiza entre os dias 16 e 19 de novembro de 2021, uma ação social voltada para combate ao racismo em terminais de ônibus.

Nesta terça (16), passageiros que passaram pelo terminal do bairro do Capão da Imbuia, receberam informações sobre o que é o racismo, quem foi Zumbi dos Palmares e o que é o Mês da Consciência Negra.

O dia 20 de novembro marca a morte de Zumbi, líder do quilombo dos Palmares, e desde 2011 este dia é reconhecido como dia de Zumbi e da Consciência Negra pela Lei nº 12.519/2011.

Promovida pela equipe da Assessoria de Direitos Humanos – Política de Promoção da Igualdade Étnico-Racial, foram distribuídos folders para os passageiros.

Nesta quarta (17), foi a vez do terminal da CIC e na sexta (19), do terminal do Sítio Cercado receber essa ação social das 7h até 9h.

De acordo com a assessora da Igualdade Étnico-Racial da Prefeitura, Marli Teixeira Leite, a escolha destes terminais foi pelo fato de haver maior concentração de pessoas negras nestas localidades. Dados dos IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), apontam que 26% da população de Curitiba se declara negra.

Nos terminais há uma grande circulação de pessoas e escolhemos estes locais para mostrar o trabalho da Assessoria da Igualdade Étnico-Racial na defesa e luta pelos direitos dos negros. Muitas pessoas ainda não se descobriram negras, queremos que sintam orgulho de serem negros”, afirmou Marli, em nota divulgada para a imprensa.

Durante o mês de novembro, a prefeitura de Curitiba realiza diversas ações sobre o Mês da Consciência Negra, como essa dos terminais, mas também em outros pontos da cidadã na área da educação, cultura e em espaços públicos.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta