Prefeitura de Vargem Grande Paulista anuncia renovação de frota no transporte coletivo

Ao todo, são cinco novos veículos com carroceria Marcopolo. Foto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Várzea Grande Paulista.

Anúncio foi feito em comemoração aos dois anos do Tarifa Zero

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura de Vargem Grande Paulista, no Estado de São Paulo, anunciou melhorias no transporte coletivo da cidade em comemoração aos dois anos do programa “Transporte Para Todos”, que ficou conhecido como Tarifa Zero.

Segundo a Prefeitura, será realizada uma renovação na frota do serviço especial, com cinco novos veículos com carroceria Marcopolo, que já foram adquiridos e serão incorporados ao atendimento.

“Tarifa Zero é um programa que veio para ficar, são dois anos de experiência na área social e na área do transporte dando mais qualidade de vida à população, mais dignidade, além da geração de emprego e renda. Agora estamos reavaliando o sistema de acordo com o que estamos ouvindo dos usuários, para que este transporte seja ainda melhor”, afirmou o prefeito, Josué Ramos, em nota divulgada para a imprensa.

Em dois anos de programa, levantamento da prefeitura constata um aumento em três vezes no numero de usuários do transporte público, aumentando a circulação de pessoas e o giro da economia da cidade.

Antes da implantação do Tarifa Zero, em média 36 mil pessoas por mês utilizavam os ônibus e agora a quantidade mensal está em pouco mais de 100 mil pessoas.

“A Tarifa Zero vai muito além da passagem de graça. Os munícipes estão circulando mais na cidade e consumindo no comércio local. Os moradores de bairros mais distantes como o Parque do Agreste e região, não vão mais para cidades vizinhas pagar suas contas e fazer suas compras, eles gastam o dinheiro que seria da passagem no comércio da nossa cidade. Isso tem movimentado e fortalecido a economia local, gerado mais oportunidades e proporcionado mais dignidade a todos”, afirmou o prefeito na mesma nota.

Devido aos impactos da pandemia, em 2020 Vargem Grande Paulista isentou o setor da indústria e comércio do Transporte Público Municipal da taxa de R$ 39,20 por trabalhador, retomando essa cobrança apenas neste ano.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. vagligeiro disse:

    Na boa. Sinceramente não me incomodo que um ônibus que opere em serviço gratuito seja antigo – desde que tenha manutenção em dia.

    Trocar o ônibus a cada 2 anos soa-me estranho.

Deixe uma resposta