Acidente com ônibus de turismo na rodovia Osvaldo Cruz com mortes e vários feridos complica descida para o Litoral Norte

Acidente ocorreu no km 75 da rodovia. Foto: Divulgação DER

Veículo saiu de São Paulo com destino a Paraty (RJ) e tombou na rodovia no início da manhã deste sábado (13)

ALEXANDRE PELEGI / WILLIAN MOREIRA

ATUALIZAÇÃO: Por volta de 17h o Departamento de Estradas de Rodagem e o Corpo de Bombeiros de São Paulo informaram novos dados do acidente. A matéria foi atualizada 

Um acidente com um ônibus de turismo na manhã deste sábado, 13 de novembro de 2021, deixou ao menos sete pessoas mortas e 39 feridos. Os sobreviventes que foram encaminhados ao Pronto Socorro de Ubatuba; PS de Taubaté; e PS de São Luiz do Paraitinga.

O veículo tombou na rodovia Osvaldo Cruz, altura do quilômetro 75, sentido litoral norte do estado de São Paulo, região de São Luiz do Paraitinga.

O acidente ocorreu por volta das 7h.

Equipes de socorro do corpo de Bombeiros, SAMU e o helicóptero Águia foram para o local para o atendimento.

O veículo era fretado e saíra de São Paulo com turistas com destino a Paraty, litoral do Rio de Janeiro.

Testemunhas dizem que o ônibus foi fechado por um carro e, na tentativa de desviar, tombou.

O ônibus de dois andares pertence à ArcaTur (Andrea Turismo) e estava com a documentação em dia, com autorização da Artesp (Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo) para viajar dentro do Estado, mas a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) não confirmou que o ônibus poderia ir para Paraty (RJ).
O veículo rodoviário de grande porte, com 4,10 m de altura e 14 m de comprimento, não poderia circular por aquele trecho.

Técnicos do DER (Departamento Estadual de Estradas de Rodagem) orientaram o motorista a voltar.

O acidente ocorreu quando o ônibus já estava retornando.

A pista foi totalmente liberada às 16h09

Por causa do feriado prolongado, a situação do trânsito está complicada, devido ao excesso de veículos.

A Polícia Rodoviária do Estado de SP estimava em 30 mil o número de veículos presos no congestionamento que se formou logo após o ocorrido e para a operação de resgate e socorro.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Colaborou: Willian Moreira, em participação especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. João Luis Garcia disse:

    Triste, afinal são vítimas que perdem a vida por uma imprudência tanto da empresa como do motorista que não poderia estar transitando por essa rodovia uma vez que veículos acima de certa quantidade de peso e comprimento são proibidos.

  2. João Luis Garcia disse:

    O trânsito de ônibus e caminhões é proibido na rodovia Oswaldo Cruz.
    A serra da rodovia tem pista simples, estreita e sinuosa. Por causa destas condições, o tráfego de caminhões e ônibus, superiores a sete metros de comprimento e pesando mais de sete toneladas, é proibido entre o Km 78 e Km 86
    Segundo informações o veículo foi interceptado pela fiscalização que exigiu que o mesmo retornasse e no trajeto quando retornava o mesmo tombou.

    1. OSVALDO VALERIO MIRANDA disse:

      A empresa teria que cumprir as exigências rodoviárias para poder autorizar o veio rodar nesta rodovia sentido Paraty.
      A fiscalização fez com que ele voltasse fiscalizou certo, poderia o motorista ligar para a empresa mandar um ónibus
      no local e pegar os passageiros para seguir viajem e o outro voltar para a garagem.

Deixe uma resposta