Capital paulista mantém obrigatoriedade do uso de máscara, diz prefeito Ricardo Nunes

Para eventos com mais de 500 pessoas, continua obrigatória a apresentação do passaporte da vacina. Foto: Reprodução.

A partir desta sexta (15), distanciamento de 1,5 metro não será mais obrigatório em teatros, cinemas e outros espaços

JESSICA MARQUES
Colaborou Willian Moreira

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, afirmou que na capital paulista continua obrigatório o uso de máscara. O anúncio foi feito em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 14 de outubro de 2021.

Entretanto, a partir desta sexta (15), o distanciamento de 1,5 metro não será mais obrigatório em teatros, cinemas e outros espaços semelhantes.

“Porém, continua obrigatório o uso da máscara e orientamos que, mesmo que seja com um público com menos de 500 pessoas, como sugestão, que faça a solicitação da comprovação de vacina, que pode ser obtido por meio do e-Saúde SP”, afirmou o prefeito.

Por sua vez, para eventos com mais de 500 pessoas, continua obrigatória a apresentação do passaporte da vacina, comprovando que o participante tomou pelo menos uma dose.

O prefeito anunciou ainda que, a partir de 25 de outubro, não terá mais obrigatoriedade do espaçamento de um metro nas escolas, portanto, acabará o “rodízio” de alunos nas escolas da cidade.

NOVO ESTUDO

Nesta quinta (14), foi apresentado um estudo para embasar as novas decisões. Em 10 de novembro, será feito um novo levantamento para verificar se haverá mudança com relação a obrigatoriedade do uso da máscara.

Em entrevista coletiva, o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, reafirmou que as máscaras não serão liberadas antes da realização deste novo estudo.

Segundo o prefeito, até o dia 15 de novembro, a cidade terá 100% das pessoas vacinadas com segunda dose ou dose única.

Atualmente, 78,8% dos paulistanos com mais de 12 anos já estão completamente vacinados.

Por sua vez, considerando a população da cidade com mais de 18 anos, 86,1% já concluiu o esquema vacinal.

Confira os dados do estudo apresentado:

 

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta