Avenida Senador Saraiva, em Campinas (SP), terá faixa exclusiva para ônibus na pista externa

Ao todo, 14 linhas passam a ter circulação exclusiva no trecho desde a Barreto Leme até o Viaduto Cury. Foto: Divulgação / Emdec.

Operação terá início a partir de quarta (13), segundo a Emdec

JESSICA MARQUES

A cidade de Campinas, no interior paulista, terá uma nova faixa exclusiva para ônibus a partir desta quarta-feira, 13 de outubro de 2021.

A Setransp (Secretaria de Transportes) e a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) transformaram 600 metros de faixa preferencial em faixa exclusiva na Avenida Senador Saraiva.

O trecho abrange a pista externa da avenida, entre a Rua Barreto Leme e o Viaduto Miguel Vicente Cury. A via conta com três faixas de rolamento e a circulação será exclusiva para ônibus na faixa esquerda.

Com a medida, as duas pistas da Senador Saraiva (interna e externa) terão faixas exclusivas para ônibus. Segundo a Emdec, a operação exclusiva dos ônibus será permanente, de segunda a domingo, 24 horas por dia.

LINHAS

Por este trecho da Avenida Senador Saraiva, circulam, diariamente, 14 linhas de ônibus. Juntas, elas transportam mais de 42 mil passageiros. São 64 ônibus circulando por hora na pista externa da via.

Confira as linhas que vão circular pelas novas faixas exclusivas:

  • 154 – Terminal Vila União
  • 193 – Aeroporto de Viracopos
  • 211 – Terminal Campo Grande / Shopping Iguatemi
  • 310 – Vila Olímpia
  • 313 – CDHU Amarais
  • 316 – Parque Cidade
  • 317 – Jardim São José / Jardim São Marcos
  • 318 – Jardim Mirassol
  • 330 – Unicamp
  • 333 – Terminal Barão Geraldo
  • 348 – Vila Marieta / Cidade Judiciária
  • 351 – PUCC
  • 390 – Joaquim Egídio
  • 396 – Sousas

OBRAS

Além disso, parte da Avenida Senador Saraiva recebeu obras de melhoria no pavimento, realizadas pela Secretaria de Serviços Públicos. Na sequência, a Setransp e a Emdec iniciam os trabalhos de sinalização indicativa, tanto horizontal (faixas de pedestres, retenção, balizamentos), quanto vertical (placas).

BENEFÍCIOS

Segundo a Prefeitura, além da redução do tempo das viagens diárias, a ampliação das faixas exclusivas tem como vantagens a redução do conflito e da disputa pelo uso da via; e a diminuição do consumo do diesel e, consequentemente, da emissão de poluentes.

O secretário de Transportes, Vinicius Riverete, reforça que “esta iniciativa integra a política pública adotada pela Administração Municipal, que está empenhada em priorizar o transporte público e ampliar a sua eficiência, tornando o serviço mais competitivo. Com a expansão gradativa das faixas exclusivas na cidade, estamos priorizando a circulação dos ônibus e o deslocamento dos passageiros”. 

De acordo com o presidente da Emdec, Ayrton Camargo e Silva, “os ônibus encontram diversos obstáculos no sistema viário, pela falta de disciplinamento na circulação. Ao definirmos um espaço exclusivo para a sua operação, reduzimos esses problemas. São esforços para aumentar a confiabilidade da operação das linhas e diminuir a disputa pelo uso do sistema viário com o restante dos veículos. As faixas exclusivas são facilitadoras para melhorar a qualidade da operação. Essa medida é essencial em áreas de risco de lentidões, sobretudo, nas áreas centrais e adensadas das cidades”. 

FAIXAS EXCLUSIVAS NA CIDADE

No mês de agosto, Campinas recebeu mais um quilômetro de faixas exclusivas, na Avenida Júlio de Mesquita (entre vias Irmãos Bierrembach e Benjamin Constant) e na Rua General Osório (entre as avenidas Francisco Glicério e Anchieta). Com a implantação na Avenida Senador Saraiva, o município passará de 19,7 quilômetros para mais de 21 quilômetros de faixas dedicadas ao transporte público. Até o final do ano, outras vias da região central vão priorizar o transporte coletivo, segundo a Prefeitura.

Atualmente, já contam com faixas exclusivas para circulação de ônibus as vias Lix da Cunha, Francisco Glicério, Dr. Campos Sales, Corredor Central (pistas internas das vias Anchieta, Orosimbo Maia, Senador Saraiva, Moraes Salles e Irmã Serafina), Benjamin Constant, Andrade Neves, José Paulino, Carolina Florence, Buarque de Macedo, Saudade e Abolição. E está em fase final a implantação de 36,6 km de corredores exclusivos no contexto do BRT (Bus Rapid Transit, Ônibus de Trânsito Rápido).

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta