Prefeitura de Caraguatatuba (SP) prorroga intervenção na Praiamar Transportes

De maio até agosto, a Praiamar atendeu 1 milhão e 265 mil passageiros, um aumento de 46% desde o início da intervenção. Foto: Divulgação.

Medida foi iniciada há cerca de seis meses e fica em vigor por mais 60 dias

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Caraguatatuba, no Litoral Paulista, prorrogou por mais 60 dias a intervenção na Praiamar Transporte, iniciada há aproximadamente seis meses.

O decreto Nº 1.532, publicado nesta segunda-feira, 04 de outubro de 2021, traz os detalhes da prorrogação.

“De acordo com o decreto Nº 1.442, de 07 de abril de 2021, a intervenção na empresa de transportes públicos de Caraguatatuba teria prazo de 180 dias, porém, devido aos fatos identificados no decorrer da intervenção, necessidade de auditoria e ação fiscal, o prazo inicial não foi suficiente para a apuração de todos os documentos necessários”, detalhou a Prefeitura, em nota.

Segundo a administração municipal, a equipe da intervenção e a Secretaria de Mobilidade Urbana e Proteção ao Cidadão, por meio do Departamento de Transportes Públicos, continuam levantando documentos e abrindo processos administrativos para a finalização da apuração dos descumprimentos de cláusulas contratuais da empresa.

BALANÇO

Nesta semana, a Prefeitura chegou ao sexto mês de intervenção na empresa Praiamar Transportes.

De maio até agosto, a Praiamar atendeu 1 milhão e 265 mil passageiros, um aumento de 46% desde o início da intervenção, segundo a Prefeitura.

Conforme balanço divulgado pela Prefeitura, de mês em mês, com a ampliação e remodelagem de praticamente todas as linhas de ônibus da empresa e o aumento de 33 para 45 carros rodando pelo município, a empresa conseguiu aumentar gradativamente o número de passageiros.

Confira o balanço, na íntegra:

No mês de abril, a Praiamar transportou um pouco mais de 238 mil passageiros. Já no mês de maio o número aumentou para 296 mil, indo para 300 mil em junho, seguindo para 318 mil em julho e chegando em 349 mil passageiros no mês de agosto.

Já o número de viagens também apresentou significativo aumento. Antes da intervenção, a média era de 10 mil viagens por mês. Agora, a média passou a ser de um pouco mais de 14 mil, aumentando cerca de 38%.

Dentre as principais ações registradas desde o início da intervenção, estão as mudanças e aprimoramentos das linhas, descongelamento dos benefícios dos funcionários estagnados desde 2018 e o lançamento do CittaMobi, aplicativo de rastreio de ônibus.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. carlos souza disse:

    Por que não extingue logo essa empresa picareta e a prefeitura não assume de vez e pra sempre todo o setor de transportes dessa cidade?Se não fosse esse apocalipse ético e moral generalizado que deu origem a esse vírus apocalíptico da COVID-19 haveria sim recursos pra tudo.

Deixe uma resposta