Circulação de veículos comuns volta a ser proibida em faixas de ônibus de Blumenau (SC)

Somente o espaço para ônibus da Avenida Martin Luther permanece liberado para todos os veículos, apenas entre às 16h30 e 19h

ADAMO BAZANI

A partir desta segunda-feira, 04 de outubro de 2021, volta a ser proibida a circulação de veículos comuns em faixas de ônibus de Blumenau (SC).

A medida se dá em razão do aumento da demanda e do fluxo dos ônibus após o relaxamento das restrições para conter o avanço da covid-19.

Somente o espaço para ônibus da Avenida Martin Luther permanece liberado para todos os veículos, apenas entre às 16h30 e 19h

Segundo a prefeitura, a circulação de veículos de transporte escolares, devidamente identificados, também está liberada atendendo a Lei 9.059, sancionada pelo poder público no mês de maio, somente nos dias úteis e nos horários: 6h30 às 8h, 11h às 14h e entre 16h e 19h30, com o uso obrigatório de faróis acesos, inclusive durante o dia.  A lei proíbe ainda a circulação do transporte escolar na faixa da Rua Dois de Setembro, que funciona no contrafluxo de circulação, no trecho entre a Rua Santa Catarina e a Rua 1º de Janeiro.

“Com os corredores de ônibus livres, o transporte coletivo tem mais agilidade e consegue cumprir os horários. Os coletivos também colaboram para a mobilidade urbana, ocupando menos espaços nas vias e transportando mais passageiros. Esses fatores podem reduzir os níveis de congestionamentos no trânsito”, disse por meio de nota o secretário de Trânsito e Transportes (Seterb), Alexandro Fernandes.

Na mesma nota, o prefeito Mário Hildebrandt o avanço na pandemia é um dos motivos para que a medida fosse revista.

“Com o período de pandemia tínhamos a liberação de alguns trechos e com a queda no número de casos, o retorno às aulas e a maior normalidade do retorno ao trabalho presencial isso precisou ser revisto. Os corredores foram feitos para dar maior agilidade ao transporte coletivo e é para isso acontecer que a medida de compartilhar os trechos, exceto da Avenida Martin Luther, foi revista pela equipe da Seterb”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta