Caio diz avançar no mercado do estado do Rio de Janeiro e destaca venda para Niterói

Em agosto, foram entregues dez unidades do Apache Vip IV

ADAMO BAZANI

A Caio diz que tem avançado no mercado de transportes urbanos no Estado do Rio de Janeiro tanto com o novo modelo Apache Vip V, lançado neste ano de 2021, quanto com entregas da geração IV do modelo, que ainda está disponível para vendas.

Na manhã desta quinta-feira, 30 de setembro de 2021, a empresa destacou a entrega realizada em agosto de dez unidades do Apache Vip IV, na configuração midiônibus, para a cidade de Niterói.

Segundo a empresa, os veículos foram comprados pela Viação Araçatuba, empresa integrante do Grupo Pendotiba de Transportes.

Os midiônibus foram destinados para linhas como Santa Rosa e Jardim Icaraí, no centro municipal.

Cada ônibus foi configurado para uma capacidade de 68 passageiros entre em pé e sentados.

Os veículos contam com ar condicionado e pelas janelas com vidro fumê, que reduzem a incidência de raios UV no interior do ônibus.

Também integram o conjunto o sistema multiplex, que identifica possíveis falhas na parte operacional e elétrica do veículo; tomadas USB e disponibilidade para implantação de Wi-Fi.

Cada coletivo possui quatro itinerários eletrônicos, instalados na parte frontal, na base do painel, lateral e traseira.

A novidade das carrocerias da Viação Araçatuba, segundo nota da Caio, são os monitores informativos, presentes em todos os ônibus adquiridos pela empresa. Nos monitores, a empresa utiliza o sistema de “próxima parada” o qual, junto aos alto falantes do veículo, informa aos usuários sobre os pontos da linha utilizada.

Além disso, as telas também apresentam outros recados, como por exemplo, datas comemorativas e prestações de serviços públicos.

O representante de vendas do Rio de Janeiro, Jorge Priori, destacou que já há vários anos, o Grupo Pendotiba renova com ônibus da marca.

 “A Viação Araçatuba, assim como os integrantes do Grupo Pendotiba, são parceiros históricos da Caio. Com essa renovação, os usuários podem ter a certeza de que receberão ônibus com grandes inovações tecnológicas, conforto e segurança”.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Gilda disse:

    Resta saber se foi corrigido o acesso atraves rebaixamento de piso.Só quem é idoso ou tem limitações fisicas sabe da dificuldade para entrar no onibus usando os degraus altíssimo dos modelos antigos.Obrigada

  2. Magno disse:

    Enquanto isso a viação ingá retirou os ônibus da av vinte e dois de novembro(linha 43) por causa da pandemia e não voltaram mais. Uma covardia com os idosos. O que diz a fiscalização?i

Deixe uma resposta