SPTrans coloca à disposição serviço de transferência de créditos de Bilhete Único sem cadastro

Foto: Diário do Transporte

Saldo disponível é inserido em outro cartão devidamente cadastrado no nome de um usuário

WILLIAN MOREIRA

Usuários do transporte público da cidade de São Paulo que ainda possuam um cartão Bilhete Único sem cadastro, podem realizar o pedido da transferência do saldo para um novo cartão em conformidade com as novas regras.

Para isto a SPTrans coloca à disposição do público um serviço de solicitação da passagem do valor inserido no cartão antigo para um novo, este cadastrado com todos os dados do usuário.

O passageiro realiza o processo no site https://sptrans.com.br/trocabilhete totalmente online e sem a necessidade de ir até um posto de atendimento, evitando filas.

Veja abaixo como efetuar o pedido da transferência do saldo:

É necessário entrar no site da SPTrans (www.sptrans.com.br/trocabilhete)
– clicar na opção “Solicitar a transferência de créditos de um cartão sem cadastro para um Bilhete Único Personalizado”;
– preencher o CPF;
– se o cartão antigo onde estão os saldos não estiver vinculado, digitar o número do cartão;
– digitar o número do cartão novo, para o qual os créditos anteriores deverão ser transferidos; e
– aguardar 72 horas, se dirigir a uma máquina de recarga e encostar o cartão novo para receber os créditos.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Patricia Soares Barreto disse:

    Postos da Sptrans é uma piada. Meu bilhete queimou o chip. Vou até um posto (Vila prudente), que diz ter horário ampliado das 6 às 22 horas. Mas ninguém avisa que a troca do bilhete é feita somente no horário de trabalho da encarregada do setor. (Das 8 às 17). Então, além de perder horário de trabalho, ainda temos que esperar a funcionara que não chega no horario. Depois de trocar o bilhete, recebo a notícia: o crédito será transferido em até 72 horas. Serviço espetacular dos postos da Sptrans.

Deixe uma resposta