Funcionários que atuaram na Açaí Transportes fazem manifestação e paralisam terminal nesta segunda (27) em Manaus

Trabalhadores desligados dizem que não receberam verbas rescisórias

ADAMO BAZANI

Uma manifestação de trabalhadores que atuaram na empresa Açaí Transportes bloqueou o terminal de ônibus que fica na região da Avenida Constantino Nery (Terminal 1), nesta segunda-feira, 27 de setembro de 2021, em Manaus (AM).

Os profissionais da companhia afirmam que foram desligados na ocasião da falência da empresa e ainda não receberam as indenizações que dizem ter direito, além de estarem com os pagamentos do INSS em atraso e não terem acesso ao FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

O IMMU (Instituto Municipal de Mobilidade Urbana) tenta desobstruir a região.

Como mostrou o Diário do Transporte, no fim de julho as ações indenizatórias dos funcionários da Açaí começaram a ser debatidas entre o IMMU (Instituto Municipal de Mobilidade Urbana), PGM (Procuradoria Geral do Município) e o STTRM (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus).

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/07/28/prefeitura-de-manaus-am-e-sindicato-dos-rodoviarios-iniciam-tratativas-sobre-as-acoes-indenizatorias-dos-funcionarios-da-viacao-acai/

Mas as discussões não avançaram.

Alegando dificuldades financeiras agravadas pela pandemia de covid-19, a Açaí deixou de operar no dia 8 de julho de 2021, decretando a falência na mesma época.

Os trabalhadores chegaram à companhia, mas encontraram os portões fechados no dia.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/07/08/trabalhadores-da-acai-transportes-de-manaus-encontram-garagem-fechada-na-manha-desta-quinta-08/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta