Metrô suspende licitação para projeto de construção da Linha 19-Celeste

Três consórcios que participaram do certame entraram com recursos contestando o resultado

WILLIAN MOREIRA

O Metrô de São Paulo informou que suspendeu o processo licitatório nº 10015085, que trata da prestação de serviços técnicos especializados de arquitetura e engenharia para elaborar o projeto básico da Linha 19-Celeste,que liga a capital paulista à Guarulhos

O Consórcio MNEPIE, Consórcio Linha 19 Celeste e Consórcio Systra-Ebei-Fernandes ingressaram no começo deste mês com recursos cada um deles, contra o resultado que foi divulgado em 27 de agosto deste ano.

Veja abaixo a composição de cada um destes três consórcios:

– Consórcio Linha 19 Celeste:Promon Engenharia, Copem Engenharia, JBMC Arquitetura, Núcleo Engenharia, SMZ Consultoria, Tekhnites Consultores, Tetraarq Arquitetura e Themag Engenharia

– Consórcio MNEPIE: Maubertec Tecnologia, Nova Engevix, Pólux Engenharia, Intertechne Consultores e EGT Engenharia

– Consórcio Systra Ebei Fernandes:- Systra Engenharia, EBEI – Empresa Brasileira de Engenharia de Infraestrutura e Fernandes Arquitetos Associados

A linha 19 é aguardada pela população de Guarulhos, segunda cidade mais populosa do Estado que conta com Aeroporto Internacional e não possui sistema metroviário.

A projeção é de conectar a região do Bosque Maia, próximo do centro, interligar com a Linha 2-Verde na região do Shopping Internacional e Rodovia Presidente Dutra, chegando até o Centro de São Paulo no Anhangabaú, realizando integração com a Linha 3-Vermelha.

Um total de 15 estações está previsto ao longo de 19,4 km de extensão, segundo o projeto funcional.

Com este novo entrave, a data para começo das obras e também de entrega desta nova linha a população segue indefinida.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Informe Publicitário
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta