Greve do Metrô de São Paulo é descartada para esta quinta (9)

Em assembleia os metroviários decidiram suspender a paralisação que estava programada para acontecer como protesto pela possibilidade de despejo do sindicato; Estado de greve foi mantido

ADAMO BAZANI/WILLIAN MOREIRA

Após assembleia realizada de forma online, o Sindicato dos Metroviários decidiu suspender a greve que estava programada para acontecer nesta quinta-feira, 9 de setembro de 2021, e afetaria as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha de Metrô e 15-Prata de monotrilho.

A categoria e a entidade sindical protestam contra a venda do terreno em que a sede do sindicato está localizada, com a eminente possibilidade de um pedido de reintegração de posse ou de desocupação do local para a entrega ao novo proprietário.

Desde o domingo 05 de setembro, membros da entidade trabalhista estão no local em forma de vigília para evitar que ao deixar o prédio sem ninguém, possa ocorrer a ação de expulsão da entidade sem meios para impedir este ato.

Com a suspensão da greve, a operação do sistema metroviário em São Paulo será normal, a não ser que ocorram problemas técnicos.

SOBRE O TERRENO

O imóvel localizado na Rua Serra do Japi, no Tatuapé, zona Leste de São Paulo, foi leiloado em 28 de maio de 2021.

O local utilizado pelo sindicato desde 1990 foi arrematado por R$ 14,4 milhões pela UNI 28 SPE Ltda, representada por Juliana Gomes Rocha Bouvier, arquiteta Coordenadora de Ciência Urbana e Novos Negócios na Porte Engenharia e Urbanismo.

Na sede da entidade, além do prédio administrativo, existe uma quadra para atividades esportivas, onde historicamente são realizadas as reuniões e assembleias do sindicato ao longo dos anos.

Caso for desocupado o espaço, não existe inicialmente outro edifício ou estrutura em que os sindicalistas representantes dos metroviários possam se instalar rapidamente.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transporte e Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta