Eletromobilidade

Polícia Militar de SP testa automóveis elétricos em operação de segurança na zona Oeste da capital

Fonte: PM de SP

Veículos são do modelo BYD e5 e Nissan Leaf, com menor emissão de carbono e ruído, e menor custo de manutenção

ALEXANDRE PELEGI

A Polícia Militar de São Paulo vai testar o uso de veículos elétricos em operações de segurança pública.

Por um período de teste de 90 dias, três viaturas serão utilizadas no programa de ronda escolar e atendimento de chamadas pelo 190 na área do 23º BPM/M (Batalhão de Polícia Militar Metropolitano).

Um dos veículos é um automóvel BYD e5, que junto com outros dois Nissan Leaf já estão à disposição do CPA/M-5 (Comando de Policiamento de Área Metropolitana), na zona oeste da Capital.

A região é onde se concentra o maior número de pontos de recarga de carros elétricos na cidade.

O Tenente Coronel Carlos Henrique Lucena, responsável pelo projeto, explica que o projeto-piloto servirá para a PM avaliar a operacionalidade e a gestão do equipamento, como tempo de recarga e a resposta ao serviço de patrulhamento.

Além de ser um veículo 100% movido a energia limpa, temos a expectativa de redução em custos de manutenção e também de equipar a Polícia Militar com alternativas de fontes de energia para suas viaturas. Existem protocolos internacionais de redução na fabricação de modelos movidos à combustão e também estaremos preparados para eventuais crises no fornecimento de combustíveis fósseis”, explica o tenente.

Os testes ocorrem sem custos para o Estado.

As empresas fabricantes dos veículos elétricos, dentre as quais a BYD, foram definidas por meio de uma audiência civil pública.

Todas as viaturas foram recebidas adesivadas e com equipamentos de navegação por GPS, sinais luminosos, sirenes e radiocomunicação, instalados.

Adalberto Maluf, Diretor de Marketing e Sustentabilidade da BYD, acredita que os testes com uma frota de emissão zero pela Polícia Militar de São Paulo é mais um indicativo de que mais e mais órgãos públicos estão enxergando a eletrificação como uma solução viável para suas frotas. “Nossos automóveis elétricos já estão em serviço em um número crescente de clientes, oferecendo benefícios operacionais tangíveis e um transporte seguro, silencioso e livre de emissões”, diz Maluf

Para operar as novas viaturas elétricas, os policiais militares passaram por um curso de instrução nos dias 26 e 27 de agosto, na sede do CPA/M-5. Na ocasião técnicos das fabricantes transmitiram aos agentes informações detalhadas sobre a tecnologia, normas de segurança e operação dos sistemas internos, além de características de dirigibilidade.

Cerca de 90 policiais tiveram o primeiro contato e puderam experimentar os equipamentos.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rodrigo Zika disse:

    Achei interessante, e demoraram bastante pra começar.

  2. Marco Antônio da Silva disse:

    Demoraram tanto que essa tecnologia está ficando obsoleta,com possíveis apagões no futuro próximo, não seria melhor já se pensar em energia solar! Pois o sol ainda tem alguns trilhões de vida a frente! Pensem nisso!

Deixe uma resposta para Marco Antônio da Silva Cancelar resposta