Greve afeta operação do transporte coletivo em Feira de Santana (BA) nesta segunda (23)

Foto: Márcio Alves Pimentel/Ônibus Brasil

Trabalhadores das empresas Rosa e São João interromperam as atividades

WILLIAN MOREIRA

Funcionários das empresas São João e Rosa que atuam no transporte coletivo de Feira de Santana, estado da Bahia, iniciaram na madrugada desta segunda-feira, 23 de agosto de 2021, uma greve por tempo indeterminado, de acordo com o Sintrafs (Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Feira de Santana).

Havia um prazo para que até o dia de hoje fosse apresentado uma proposta patronal referente às reivindicações de aumento salarial, mas o sindicato decidiu antecipar o movimento grevista.

VANS E MICRO-ÔNIBUS SÃO ACIONADOS

Como medida para diminuir os impactos desta greve, a Prefeitura de Feira de Santana acionou 105 vans e micro-ônibus do Stpac (Sistema de Transporte Público Alternativo e Complementar) para atender parte das linhas prejudicadas.

O prefeito vem se reunindo com seus secretários para tomar ações judiciais contra a São João e Rosa para que as cláusulas contratuais sejam cumpridas.

Em nota enviada ao Jornal Acorda Cidade na sexta (20), a Empresa Rosa alega que a possibilidade da greve se deve à falta de um acordo entre ela e os trabalhadores. A empresa estaria sem condições de aumentar os salários atualmente devido a problemas financeiros agravados pela pandemia, o que ocasionou a queda de receitas, e também pela defasagem tarifária.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Temos que acordar e focar alerta na hora de mudar, o perfeito atual só pensa em ganhar eleição e depois colocar o população sem condição de transportes deixado a mercer da sorte. Chega de repetir perfeito que não tem compromisso com o povo de Feira de Santana.
    BASTA!

Deixe uma resposta para roberto da conceição (@Costa20R) Cancelar resposta