BRT Rio Corredor Transbrasil: Autorizada contagem de prazo para atividades de monitoramento da construção

Local de futura estação do BRT Transbrasil. Foto: Reprodução / Google Maps.

Retomada das obras foi autorizada na semana passada, com o reinício da contagem do prazo contratual

WILLIAN MOREIRA

Segundo um despacho publicado no Diário Oficial da cidade do Rio de Janeiro desta segunda-feira, 23 de agosto de 2021, ficou autorizado o reinício da contagem de prazo do contrato do monitoramento das obras de implantação do corredor de BRT Transbrasil, trecho entre o centro da cidade e o bairro de Deodoro.

Fica responsável por esta parte do empreendimento, o Consorcio Dynatest – TCDI (Dynatest Engenharia LTDA e TCDI Consultoria e Tecnologia LTDA).

Como mostrou o Diário do Transporte na sexta (20), foi autorizado o reinicio da contagem do prazo para a conclusão das obras do corredor.

Relembre:

Obras do BRT Transbrasil serão retomadas na próxima semana, diz prefeitura

A obra, que deveria ficar pronta em 2016, enfrenta diversas paralisações desde 2014. Em dezembro de 2020, os trabalhos pararam de novo.

Para retomada, cuja conclusão está prevista para 2023, devem ser gastos em torno de R$ 365 milhões. A obra total deve sair por R$ 1,9 bilhão.

O valor estimado, antes dos atrasos, era de R$ 1,4 bilhão.

Inicialmente, o BRT Transbrasil teria 32 quilômetros de extensão, agora a previsão é de 25,7 quilômetros.

O sistema deve ter 18 estações. Quatro delas que foram excluídas ao longo das idas e vindas sobre as obras, foram incluídas novamente no pacote: Irajá, Coelho Neto, Barros Filho e Guadalupe. Também são previstos três terminais (Margaridas, Missões e Deodoro).

O BRT Transbrasil deve ligar a Rodoviária do Rio de Janeiro e Deodoro e a intenção do prefeito Eduardo Paes é que o sistema seja ligado às linhas 1 e 2 do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). Para isso, seria criada mais uma estação de integração.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes e Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. MARCOS Antônio de Oliveira disse:

    Excelente de grande relevância no mercado global

Deixe uma resposta para MARCOS Antônio de Oliveira Cancelar resposta