Artesp firma contrato com o IPT para sistemas inteligentes de transportes (ITS)

Ônibus rodoviário na região de Sorocaba, interior de São Paulo

Contratação com gerenciadora de concessões de rodovias e de ônibus intermunicipais rodoviários e suburbanos é por 15 meses

ADAMO BAZANI

A Artesp, agência que regula os transportes no Estado de São Paulo, contratou por dispensa de licitação o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) para prestação de serviços técnicos especializados de pesquisa, desenvolvimento e inovação em sistemas inteligentes de transportes (ITS), incluindo a manutenção adaptativa e evolutiva do Sistema MITS (Módulo ITS) desenvolvido pelo próprio instituto.

O contrato é de R$ 2,2 milhões (R$ 2.220.278,40), com vigência de 15 meses a partir da data de assinatura que foi 16 de agosto de 2021.

A publicação oficial do extrato ocorreu no último sábado, 21 de agosto de 2021.

Os ITSs permitem, por exemplo, aperfeiçoamento de cobranças em pedágio, integração de centros de controle, processamento de dados gerados pela circulação de cargas e pessoas e monitoramento em tempo real das operações dos ônibus rodoviários intermunicipais e suburbanos que a agência gerencia.

Diferentemente do que ocorre com EMTU (ônibus metropolitanos) e SPTrans (municipais de São Paulo), por exemplo, os passageiros dos ônibus rodoviários e suburbanos não contam com aplicativos de celulares, pelos quais, é possível consultar previsão de quando o coletivo vai passar, tabelas de horários, linhas, trajetos, etc.

Quando existem aplicativos, são iniciativas isoladas de cada empresa de ônibus, muito mais voltadas às linhas rodoviárias e para vendas de passagens.

Mas não há um aplicativo do sistema, em especial dos ônibus suburbanos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta