Artesp dá 360 dias para Viação Piracicabana repintar ônibus da Breda com seu padrão de pintura

Por decisão do Grupo Comporte, a Breda foi incorporada à Piracicabana. Foto: Gustavo Bonfate / Ônibus Brasil

Veículos da empresa fundada nos anos 1950 foram integrados à frota da Piracicabana em 1º de julho deste ano

ALEXANDRE PELEGI

Em no máximo um ano todos os ônibus da Breda estarão rodando com a pintura da Piracicabana.

O prazo de 360 dias, a contar de 18 de agosto de 2021, foi autorizado pela Diretoria de Procedimentos e Logística da Artesp (Agência de Transportes do Estado de SP), diante da necessidade da Piracicabana integrar todos os veículos da tradicional empresa em sua frota.

O prazo inclui também os CRV’s que estão em nome da Breda Transporte e Serviços S.A..

O despacho da Artesp foi publicado nesta quinta-feira, 19 agosto de 2021, no Diário Oficial do Estado.


Como mostrou o Diário do Transporte, o Grupo Comporte, controlado pela família de Constantino de Oliveira, confirmou na última semana de junho passado  que a partir do dia 1º de julho a Breda Serviços se tornaria Viação Piracicabana.

Segundo o comunicado do Grupo, “todas as linhas antes atendidas pela Breda serão incorporadas no catálogo Piracicabana”.

A partir do dia 1º de julho, essa união irá envolver as operações de turismos de ambas as empresas, que agora serão uma” – enfatiza o texto.

O Diário do Transporte noticiou que no início de junho de 2021, a Artesp publicou a incorporação prévia.

Relembre:

Artesp autoriza incorporação prévia da Breda pela Viação Piracicabana

Ambas as empresas pertencem ao Grupo Comporte, liderada pela família de Constantino Oliveira, fundador da Gol Linhas Aéreas.

A Breda foi fundada nos anos 1950 por Ítalo Breda, que na ocasião era sócio e chefe de tráfego na Viação Cometa.

Paralelamente ao trabalho na Cometa, Ítalo Breda realizava o transporte de alunos do Colégio Dante Alighieri, em São Paulo, onde se formou em Economia.

Como o negócio crescia, Breda decidiu deixar a Viação Cometa e, em 1955, teve um marco decisivo na sua carreira empresarial: assumiu o transporte de funcionários da empresa Volkswagen e de outras grandes indústrias do ramo.

A Breda passou a integrar os negócios da família Constantino nos anos 1990.

Já a Viação Piracicabana, hoje uma das maiores empresas do Grupo Comporte, nasceu como Expresso Piracicabano, fundada por Atílio Raimundo Giannetti que fazia o trajeto diário de Piracicaba a São Paulo com oito automóveis da marca Ford.

O nome Viação Piracicabana foi adotado somente em 1962, quando a empresa já cumpria um total de 15 horários diários, na ligação São Paulo – São Pedro.

OUTRAS INCORPORAÇÕES:

Como tem mostrado o Diário do Transporte, as incorporações de empresas dentro do Grupo Comporte têm sido uma estratégia de redução de custos e melhor aproveitamento de estruturas.

Em 9 de fevereiro de 2021 a Artesp aprovou que a Empresa Auto Ônibus Manoel Rodrigues S.A. seja incorporada pela Empresa Princesa do Norte S.A, ambas do Grupo Comporte.

Relembre:

Artesp aprova incorporação da Manoel Rodrigues pela Princesa do Norte

Também em fevereiro de 2020, o Grupo anunciou a incorporação da Viação São Paulo-São Pedro pela Viação Piracicabana

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. MARIO S CUSTODIO disse:

    *Ainda bem que é ARTESP.*
    _Se fosse EMTU mandaria pintar no horroroso e prejudicial padrão EMTU, aquele que só prejudica os usuários._

  2. Celio disse:

    Hoje por volta da noite das19 :00 às 20:20 fiquei esperando 943 ponta da praia isto tem sido desumano com os usuário por favor suplíco coloca mais frota principalmente horário de pico o motorista estressado os passageiros tambem vindo de uma jornada de trabalho !! Exaustiva tomem uma providência .

Deixe uma resposta