ANTT reduz tarifa de pedágio da Rodovia do Aço

Foto: divulgação

Dez centavos mais barata, nova tarifa passa a valer a partir desta quinta-feira, 19 de agosto

ALEXANDRE PELEGI

O Diretor Geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT publicou a Deliberação nº 266, no Diário Oficial da União desta terça-feira, 17 de agosto de 2021, reduzindo a Tarifa Básica de Pedágio da chamada Rodovia do Aço.

Explorado pela explorado pela K Infra Rodovia do Aço S.A, o trecho corresponde à extensão da BR 393/RJ, da divisa entre os estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro ao entroncamento com a BR-116 (Via Dutra), em Volta Redonda, na região Sul Fluminense.

Com a Deliberação, e com efeito econômico-financeiro a partir da data-base de reequilíbrio contratual de 5 de março de 2021, a Tarifa Básica de Pedágio reajustada, após arredondamento, para a categoria 1 de veículos, de R$ 6,20 (seis reais e vinte centavos) para R$ 6,10 (seis reais e dez centavos), nas praças de pedágio P1, em Sapucaia/RJ, P2, em Paraíba do Sul/RJ, e P3, em Barra do Piraí/RJ.

Os novos valores passam a valer a partir a partir de zero hora do dia 19 de agosto de 2021, próxima quinta-feira.

A Concessionária K-Infra Rodovia do Aço é responsável pela administração, recuperação, manutenção e operação de 200,4 quilômetros de extensão da rodovia.

O contrato de concessão com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) foi assinado em 26 de março de 2008, após a empresa participar do Leilão da ANTT realizado em 9 de outubro de 2007, na Bolsa de Valores de São Paulo, quando foram concedidos à iniciativa privada por 25 anos os sete lotes de rodovias federais da 2ª Etapa do Programa Federal de Concessões Rodoviárias.


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Informe Publicitário
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. luizpcarlos disse:

    Se reduziram o preço é porque estavam cobrando indevidamente a mais. Quando vão devolver o que foi cobrado a mais !?

Deixe uma resposta