Nilópolis (RJ) autoriza animais no transporte coletivo

Medida está em vigor desde a última semana. Foto: Wallace Velloso/Ônibus Brasil.

Passageiros devem seguir regras ao levar o pet nos ônibus da cidade

WILLIAN MOREIRA

Os moradores de Nilópolis, no estado do Rio de Janeiro, podem transportar seus animais de estimação nos ônibus urbanos da cidade. A medida está em vigor desde 04 de agosto de 2021.

Na ocasião, a Prefeitura aprovou a lei nº 6.637 que autoriza a viagem destes pets no transporte coletivo, mediante regras que devem ser seguidas para evitar aborrecimentos ou problemas para os demais passageiros.

Cães, gatos ou outros animais de até 10 kg podem ser transportados, no colo do proprietário ou acomodado em outro assento do ônibus, caso tenha efetuado o pagamento também da tarifa correspondente ao animal de estimação.

Veja abaixo as regras determinadas pela prefeitura, que devem ser seguidas pelos proprietários dos animais:

– A carteira de vacinação do animal deverá ser apresentada por seu responsável, constando, no mínimo, a vacina antirrábica que deverá estar em dia;

– o animal deverá estar devidamente asseado, com vista à preservação da sua saúde e a prevenção de doenças transmissíveis aos passageiros e aos funcionários da empresa prestadora do serviço de transporte;

– o embarque e desembarque dos animais devem ser realizados sem prejudicar a comodidade e a segurança dos passageiros e de terceiros, excetuando-se os cães-guias cujo embarque e desembarque deverá obrigatoriamente ser feito pela porta onde não houver roleta ou quaisquer outros tipos de obstáculos;

– com exceção dos cães-guias, o animal deverá estar acomodado e resguardado em dispositivo apropriado para o seu transporte, devendo ser resistente, a prova de vazamento, isento de dejetos como água e alimentos, confortável, higiênico e seguro.

Segundo a Prefeitura, as especificações foram criadas para impedir que o acesso e saída do passageiro e seu animal acabem por interferir na rotina de funcionamento do transporte público.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta