Trecho que passou por obras na Linha 12-Safira da CPTM terá operação assistida durante uma semana

Objetivo das obras é permitir velocidade máxima de até 50k/h na circulação dos trens no trecho de passagem dos trilhos da Linha 12-Safira para a Linha 13-Jade. Foto: Adamo Bazani.

Trens vão circular com restrição de velocidade para testes de observação do desempenho dos equipamentos

JESSICA MARQUES

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informou que concluiu as obras para a instalação de três aparelhos de mudança de via (AMVs) nas proximidades da Estação Engenheiro Goulart, que atende as Linhas 12-Safira e 13-Jade. Entretanto, segundo a companhia, será necessário um período de operação assistida na circulação dos trens no trecho, com operação em velocidade reduzida.

“Devido à complexidade da obra, após a entrega do serviço, são necessários procedimentos usuais de monitoramento dos equipamentos para garantir total segurança do sistema e da prestação do serviço. Desse modo, durante a próxima semana serão realizados testes em velocidade reduzida para observação visual do comportamento dos equipamentos, além de medições geométricas (medição de bitola – distância entre trilhos – e medição de variação de temperatura)”, detalhou a CPTM.

A previsão de entrega do trecho sem restrições é na segunda-feira, 26 de julho de 2021. Segundo a companhia, as obras vão permitir velocidade máxima de até 50k/h na circulação dos trens no trecho de passagem dos trilhos da Linha 12-Safira para a Linha 13-Jade, onde antes tinha velocidade permitida de 20 K/h.

AEROPORTO

Ainda segundo a CPTM, o serviço do Expresso Aeroporto, que liga as Estações Luz e Aeroporto-Guarulhos, não será afetado pela circulação assistida e terá sua circulação retomada nesta terça-feira, 20 de julho.

“A execução dos trabalhos, iniciados em 19 de junho, demandaram cinco finais de semana para a implantação de novos AMVs e para acomodação dos equipamentos aos sistemas via permanente, rede aérea e sinalização de campo”, detalhou também a companhia.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta