Metrô de São Paulo inicia segunda etapa de testes para pesquisa Origem Destino digital

Analise dos testes permitirá o lançamento de uma pesquisa com o uso da tecnologia dos celulares, obtendo um resultado mais elaborado se comparado com a pesquisa de campo

WILLIAN MOREIRA

O Metrô de São Paulo dá inicio nesta segunda-feira, 19 de julho de 2021, à segunda fase dos testes da nova Pesquisa Origem Destino da empresa em que são obtidos dados sobre o deslocamento de pessoas pela cidade e região metropolitana partindo do ponto A ou ponto B, com ou sem o transporte público.

Nesta nova etapa dos testes, a Grande São Paulo é o público alvo, sendo coletados dados com o uso de smartphones, método diferenciado em comparação com o método tradicional.

Por meio do Consórcio Cittamobi-Oficina que criou um app exclusivo para o questionário, será feito um incentivo de participação na pesquisa, com os primeiros 500 participantes recebendo um bônus para ser utilizado em lojas parceiras após a conclusão correta do questionário.

Quem quiser participar deve instalar o aplicativo Pesquisa OD Digital em seu celular e efetuar a inscrição entre 19 e 23 de julho. Após isto é necessário autorizar que o app colete as informações de GPS (posicionamento e localização) por sete dias seguidos. É por meio destes dados que o sistema vai obter os locais visitados e horários de saída e chegada.

Dos sete dias avaliados, em três o pesquisado precisa informar o motivo do deslocamento e o meio de transporte utilizado, por exemplo, metrô, trem, ônibus ou outros.

Na última OD o Metrô empenhou uma força de trabalho gigante que visitou mais de 100 mil domicílios e entrevistou 150 mil pessoas. Nós esperamos que essa tecnologia facilite e agilize a coleta dos dados, de forma segura, podendo servir de modelo para as próximas pesquisas Origem Destino”, explicou o gerente de planejamento e meio ambiente do Metrô, Luiz Antônio Cortez em nota divulgada para a imprensa.

O projeto-piloto será concluído com 10 mil pessoas avaliadas, segundo a projeção do Metrô, e se for bem sucedido vai permitir um ganho de tempo e economia de recursos para realizar a importante pesquisa.

SOBRE A PESQUISA ORIGEM DESTINO

Como informa a Companhia do Metrô de São Paulo, a Pesquisa Origem Destino é o maior levantamento de mobilidade urbana realizado no Brasil.

Ela é feita a cada 10 anos, e busca entender a mobilidade e a forma como as pessoas se deslocam na Região Metropolitana de São Paulo, o que possibilita mapear os deslocamentos da população e as atividades econômicas da metrópole para o planejamento do transporte público.

Ela começou a ser feita em 1967, e se tornou uma ferramenta estratégica para a gestão eficiente.

Graças à pesquisa OD, as administrações públicas podem também desenvolver políticas de saúde, educação, segurança pública e desenvolvimento urbano.

Na última edição, feita em 2017, foram 11 meses de trabalho para a coleta das informações com 156 mil pessoas nas 39 cidades que formam a Região Metropolitana de São Paulo. As entrevistas foram feitas em residências e também em rodovias, aeroportos e terminais rodoviários”, informa o Metrô de SP.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta