Banrisul anuncia linha de R$ 300 milhões a prefeituras que contempla compra de ônibus

Veículos para transportes de funcionários, pacientes, estudantes e delegações estão entre os destinos dos recursos

Valor mínimo é de R$ 500 mil e financiamento cobre 100% do bem; Projetos envolvendo energia limpa terão preferência

ADAMO BAZANI

O Banrisul e o governo do Estado do Rio Grande do Sul anunciaram nesta segunda-feira, 19 de julho de 2021, uma linha de crédito de R$ 300 milhões destinada a prefeituras para compra de bens de capital e itens de prestação de serviços.

Segundo a gestão estadual, o programa possibilita o financiamento de veículos, como automóvel, ônibus, caminhão, ambulância e utilitários; equipamentos para obras e manutenção, como trator, escavadeira, retroescavadeira, pá carregadeira, britadores, serras, betoneira, compactador de solo, máquina de solda, motonivelador, rolo pneumático e compressor de ar; projetos de eficiência energética e geração de energia solar fotovoltaica e eólica; equipamentos de tecnologia da informação (computador, notebook, servidor, sistema de comunicação voip, no break, drone, entre outros); e equipamentos para segurança pública (miras holográficas, analisadores espectrais, viaturas, câmeras digitais e sensores de movimento).

Os recursos podem ser solicitados pelos municípios do Rio Grande do Sul que estejam habilitados a contratar novos financiamentos, de acordo com a legislação que dispõe sobre os limites de endividamento para o setor público.

O percentual de financiamento é de até 100% do valor dos bens, com valor mínimo de R$ 500 mil. O prazo total para pagamento é de até 60 meses, incluída a carência de até 12 meses.

Por meio de nota, o presidente do Banrisul, Claudio Coutinho, disse que o auxílio a projetos que busquem eficiência energética é um dos destaques.

“O nosso compromisso é oferecer condições favoráveis na implantação de geradores de energia limpa ao setor público municipal e, dessa forma, participar proativamente na sustentabilidade de nosso Estado”, disse

O dinheiro não poderá ser usado para custeio de despesas correntes.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. JOAO LUIS GARCIA disse:

    PARABÉNS AO BANRISUL E AO GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, PELA INICIATIVA

  2. carlos souza disse:

    Em meio a essa crise gravíssima e generalizada global e universal de legalidade agravada pelo vírus do fim dos tempos(COVID-19)?Um mundo e um universo atolados na lama da falência ética e moral generalizada?Um mundo já com a consumação definitiva da morte cerebral moral?Sei não…E aqui,com esse Bozogado criminoso do k-rayw?Vão pra frutha ki pahiw.

Deixe uma resposta