Greve do transporte coletivo de Presidente Prudente (SP) chega ao 29º dia

Categoria cobra pagamento do salário e benefícios atrasados. Foto: Matheus Souza/Ônibus Brasil.

Número de ônibus nas ruas atendendo a população subiu para 41 veículos

WILLIAN MOREIRA

A greve dos trabalhadores do transporte coletivo em Presidente Prudente, no interior de São Paulo, completa 29 dias de movimento nesta quarta-feira, 14 de julho de 2021, com um aumento na quantidade de ônibus nas ruas, chegando a 41 veículos em circulação.

Essa ampliação na operação foi resultado de um acordo entre o Sintrattepp (Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Terrestre de Presidente Prudente e Região) e a empresa Prudente Urbano.

Apesar da medida, a paralisação continua, com a entidade sindical representando os trabalhadores que pedem o pagamento de direitos trabalhistas em atraso.

As pendências da empresa com seus funcionários são o salário de junho, adiantamento salarial do dia 20 e R$ 300 do vale-alimentação. Também é alegado pelo Sintrattepp que apenas a cesta básica e R$ 200 do vale-alimentação foram pagos, mas horas extras e parte do salário de dezembro também estariam pendentes.

Mesmo com um aumento da frota de ônibus, permanece a autorização para vans escolares e micro-ônibus atenderem a população nos itinerários das linhas urbanas.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta