Greve de ônibus em Maringá (PR): Justiça determina frota mínima em caso de paralisação nesta segunda (12)

Ônibus em Maringá (PR)

Devem estar disponíveis 70% dos ônibus nos horários de pico e 50% nas demais horas

ADAMO BAZANI

O desembargador do Trabalho do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) do Paraná, Célio Horst Waldraff, atendeu parcialmente às empresas de ônibus Cidade Canção e Cidade Verde, do transporte público de Maringá, e determinou frota mínima em caso de ocorrer a paralisação anunciada pela categoria para este segunda-feira, 12 de julho de 2021.

Alegando risco à saúde pública com excesso de lotação diante da pandemia de covid-19, em especial com a variante Delta (cepa indiana) já circulando pelo Brasil, as viações pediram frota de 90% e multa de R$ 200 mil para o sindicato dos trabalhadores em caso de descumprimento.

O magistrado, entretanto, determinou 70% dos ônibus das 5h às 9h, e das 17h às 20h, e 50% nos demais horários. A multa estipulada foi de R$ 100 mil.

O desembargador ainda determinou que não haja bloqueio de saída dos ônibus das garagens.

Os manifestantes devem usar obrigatoriamente máscaras e álcool em gel e, em caso de não utilização, o sindicato pode ser multado em R$ 20 mil.

Uma audiência de conciliação foi marcada para terça-feira (13).

Por meio de nota, o Sinttromar (Sindicato dos Motoristas Rodoviários de Maringá e Região) diz que a categoria está em campanha salarial.

“O sindicato está fazendo a sua parte e lutando de todas as maneiras possíveis para conquistar a renovação dos acordos coletivos e reajustes da categoria, porém o poder público e as empresas acham razoável que os trabalhadores tenham seus salários com dois anos de defasagem, enquanto o preço de tudo aumenta escandalosamente.”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Gabriel disse:

    Em Maringá a TCCC é quem manda mesmo, tem casos de Prudente e outras cidades que a justiça não faz nada e antes mesmo na greve iniciar a justiçona amigona da TCCC já ajuda

Deixe uma resposta