Tarifa subsidiada atrai passageiros para o transporte público em Porto Velho, diz prefeitura

Ônibus em Porto Velho

Sistema chegou a ter gratuidade integral e cobrança está sendo retomada de maneira gradativa, mas até dezembro de 2021 valor ficará menor que no início do ano

ADAMO BAZANI

A redução de tarifa e aumento de frota atraíram passageiros para o sistema de transportes urbanos de Porto Velho (RO), de acordo com um comunicado publicado pela prefeitura nesta sexta-feira, 09 de julho de 2021.

A tarifa chegou a ser zero entre 10 de abril a 09 de maio de 2020, período no qual o número de usuários chegou a 17 mil por dia, segundo a prefeitura.

Atualmente, com a cobrança de R$ 1 por viagem, a média é de 16 mil passageiros diários.

Anteriormente, houve períodos, por causa da pandemia de covid-19, em que o total de usuários não chegou a 10 mil passageiros por dia.

A partir do dia 10 de agosto até 9 de novembro, a passagem passará a custar R$ 2. E de 10 de novembro a 31 de dezembro de 2021, será cobrado o valor de R$ 3.

Antes da à vigência do decreto nº 17.241/2021, que regulamentou a Lei nº 2.797 de 6 de abril de 2021, a passagem era de R$ 4,05, valor ainda cobrado apenas de quem paga em dinheiro.

A redução da tarifa, segundo a prefeitura, “é consequência do aporte que a Prefeitura Municipal faz, de cerca de R$ 6 milhões, para a JTP Transporte, Serviços, Gerenciamento e Recursos Humanos Ltda, concessionária que opera o transporte coletivo em Porto Velho. Com passagens mais baratas, o usuário compromete menos sua renda e o sistema retorna à normalidade.”

De acordo com o secretário Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transporte (Semtran) de Porto Velho, Ronaldo Flores, o subsídio permitiu também aumento de frota.

“Quanto mais ônibus circulam, menos tempo o passageiro fica nas paradas aguardando o transporte, evitando também a superlotação” – destacou a nota.

A prefeitura também explica como o passageiro pode fazer para se cadastrar na redução de tarifa.

Um ponto específico para que o usuário possa se cadastrar e obter o cartão COM Card funciona no auditório da Emater, localizada na avenida Farquar, nº 3055, bairro Panair. O atendimento é feito de segunda à sexta, das 8h às 17h, e aos sábados das 8h às 12h.

O cartão COM Card também é necessário também para que os estudantes paguem meia tarifa quando voltarem às aulas presenciais. Os idosos e pessoas com deficiência que têm direito à gratuidade também precisam utilizar o cartão.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta