Paes contrata empresa por R$ 2,89 milhões para estudo de recuperação de pavimento do BRT Transoeste

Foram duas propostas; Contrato é de 180 dias

ADAMO BAZANI

A prefeitura do Rio de Janeiro publicou de forma oficial nesta terça-feira, 06 de julho de 2021, o resultado da licitação para a contratação de uma empresa que vai realizar estudo, diagnóstico e elaboração de soluções para reabilitação da pavimentação do corredor BRT Transoeste.

A empresa declarada vencedora é a Dynatest Engenharia Ltda, que ofereceu proposta de R$ 2,89 milhões (R$ 2.890.888,53), o que representa 5,5% de desconto em relação ao valor estipulado no edital.

A segunda colocada foi a Serpen Serviços e Projetos de Engenharia Ltda com proposta apresentada de R$ 3 milhões (R$ 3.059.141,30), sem nenhum desconto em relação ao edital.

A abertura dos envelopes ocorreu nesta segunda-feira, 05 de julho de 2021.

O prazo para a execução do estudo é de 180 dias após a assinatura do contrato.

Com 56 km de pista, o Transoeste, segundo levantamento da prefeitura no início do ano, tinha em média um buraco a cada 160 metros (total de 400 crateras).

Em nota ainda em janeiro de 2020, a concessionária do BRT Rio dava dimensões aos impactos causados pelo asfalto malconservado, que levavam à degradação precoce da frota. Veículos que deveriam durar 20 anos, duram apenas 5 no Rio de Janeiro.

“Buracos, desníveis, depressões afetam diretamente a operação do BRT, causando riscos de acidentes, redução da velocidade operacional, o aumento dos custos de manutenção dos veículos – que tem levado empresas à falência – e a destruição da frota, gerando inclusive superlotação em horários de pico”, dizia a nota.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta