Greve do transporte coletivo em Presidente Prudente (SP) completa 16 dias

Trabalhadores realizam protesto em frente a prefeitura e cobram reunião com o prefeito

WILLIAN MOREIRA

No dia em que a paralisação dos trabalhadores do transporte coletivo de Presidente Prudente chega ao décimo sexto dia nesta quinta-feira, 1º de julho de 2021, os funcionários da Prudente Urbano realizaram um protesto em frente à prefeitura.

A categoria pede para se reunir com o prefeito Ed Thomas para que o poder público tome providências a respeito dos problemas financeiros da empresa que resultaram na greve.

A operação dos ônibus continua totalmente paralisada, com vans e micro-ônibus cadastrados realizando o atendimento de maneira emergencial para diminuir os impactos da paralisação.

Os trabalhadores reivindicam o pagamento de salários atrasados e vale-alimentação referentes ao mês de maio, o que motivou o começo da greve em 16 de junho de 2021, que começou de forma parcial e com atrasos nas saída dos veículos por dois dias.

A prefeitura, por sua vez informou, que nesta quinta-feira vai atender os manifestantes e ouvir suas pautas para tentar buscar uma solução para o impasse que interrompe o transporte coletivo.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta