Guarulhos (SP) conclui instalação de vigas do viaduto do corredor de ônibus Santos Dumont sobre a via Dutra

Com 5,7 quilômetros de extensão, incluindo as pistas nos dois sentidos, o corredor será utilizado por mais de 90 mil passageiros. Foto: Vértice Drone.

Dois acidentes na rodovia afetaram as obras, mas etapa foi finalizada

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Guarulhos, na Grande São Paulo, concluiu na madrugada deste domingo, 27 de junho de 2021, a instalação das vigas metálicas que darão sustentação ao viaduto do corredor de ônibus Santos Dumont sobre a Rodovia Presidente Dutra, na altura do km 216 + 900, em Cumbica.

Esta etapa das obras foi realizada com a supervisão da Secretaria de Obras e o apoio da CCR Nova Dutra e da Polícia Rodoviária Federal. O prefeito Guti acompanhou o içamento das estruturas, de 140 toneladas cada uma.

“Este é mais um passo para a conclusão do corredor de ônibus Santos Dumont, que permitirá a ligação da rua Ermelino Matarazzo (zona leste da capital) até a Base Aérea, em Cumbica, e também dos corredores de ônibus das avenidas Papa João Paulo I e Monteiro Lobato. Assim privilegiamos o transporte coletivo e garantimos melhor mobilidade urbana em Guarulhos”, afirmou, em nota.

Segundo a Prefeitura, a operação, que tinha início programado para as 23h59 de sábado (26), sofreu atraso de 90 minutos devido a dois acidentes registrados na rodovia que liga São Paulo ao Rio de Janeiro. Desta forma, a primeira viga foi içada às 1h30 e a segunda, às 3h. Nesses momentos, o trânsito na Dutra foi interrompido por cerca de 30 minutos.

Com 5,7 quilômetros de extensão, incluindo as pistas nos dois sentidos, o corredor será utilizado por mais de 90 mil passageiros das 11 linhas municipais e 15 intermunicipais que trafegam diariamente pelo local.

Ao todo, serão seis estações de embarque, retorno na altura da rua Justino de Maio e uma ciclovia de 2,5 quilômetros entre as pistas.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta