Linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo tem trecho interrompido neste domingo (27)

A partir da estação Carrão a circulação dos trens é normal até Palmeiras-Barra Funda. Foto: Divulgação.

Atendimento é feito por ônibus do Paese entre as estações Corinthians-Itaquera e Carrão

JESSICA MARQUES

Desde o início da operação da Linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo neste domingo, 27 de junho de 2021, o trecho entre as estações Corinthians-Itaquera e Penha está interrompido. Os passageiros são atendidos pelos ônibus gratuitos do sistema Paese.

A alteração fica em vigor durante todo horário de funcionamento da operação, das 4h40 à 0h. O trecho afetado inclui as estações Penha, Vila Matilde, Guilhermina-Esperança, Patriarca, Artur Alvim e Corinthians-Itaquera.

Assim, a partir da estação Carrão a circulação dos trens é normal até Palmeiras-Barra Funda, conforme detalhado pelo Metrô. A alteração é necessária para a instalação de equipamentos do novo sistema de controle de trens (CBTC).

Como opção de transporte, além dos ônibus do Paese, os passageiros também têm a Linha 11-Coral da CPTM como alternativa ao trecho fechado. Essa linha passa por Corinthians-Itaquera e permite a transferência gratuita para o Metrô nas estações Tatuapé e Brás (Linha 3-Vermelha) ou na estação Luz (Linha 1-Azul).

A mudança do sistema de controle e movimentação dos trens (CBTC) faz parte dos investimentos do Metrô para melhorar a circulação e regularidade dos trens nas linhas 1-Azul (também em instalação), 3-Vermelha e 2-Verde. Nesta última o sistema já está em funcionamento. Com o CBTC em operação, é possível diminuir a distância entre as composições, reduzindo o intervalo entre eles e permitindo a circulação de mais trens simultaneamente”, detalhou o Metrô, em nota.

“Para alertar os passageiros sobre as alterações programadas, o Metrô publicará mensagens nas redes sociais e vai emitir mensagens sonoras pelo sistema de som das estações e dos trens, além de afixar cartazes nas estações. Em caso de dúvidas, a Central de Informações do Metrô pode ser contatada diariamente entre 8h e 20h, pelo telefone 0800-770-7722.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta