Câmara do Rio de Janeiro suspende vistoria veicular dos taxis da cidade

Medida também contempla o transporte complementar e o transporte escolar

WILLIAN MOREIRA

Os vereadores da cidade do Rio de Janeiro aprovaram nesta quinta-feira, 24 de junho de 2021, a suspensão da vistoria veicular para os táxis e veículos do transporte complementar e transporte escolar.

A Câmara deliberou sobre o projeto de lei nº 151/21 que contempla estes veículos devidamente regularizados no município.

Na justificativa do projeto, os parlamentares argumentaram que durante a pandemia do coronavírus, este setor foi seriamente prejudicado e suspender essa vistoria alivia em aproximadamente R$ 400 de taxas cobradas pelo serviço executado pela Secretaria Municipal de Transportes.

Este projeto é uma demanda de todas estas categorias de profissionais do transporte que foram prejudicadas pela pandemia. Estes motoristas tiveram grande prejuízo, muitos estão praticamente sem renda e em grandes dificuldades. A suspensão de tantas cobranças vai ajudar muito”, disse o vereador, Luiz Ramos Filho, autor do projeto em nota divulgada para a imprensa.

O projeto ainda recebeu uma emenda que manteve o valor da taxa do documento de arrecadação municipal, o Darm, em R$ 92 para os taxistas.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta