Greve do transporte coletivo em Presidente Prudente entra no nono dia

Operação continua sendo parcial enquanto trabalhadores e empresa não chegam a um acordo

WILLIAN MOREIRA

Nesta quinta-feira, 24 de junho de 2021, a greve dos funcionários da Prudente Urbano, em Presidente Prudente. chega ao nono dia de movimento sem ainda a sinalização de um término.

Os trabalhadores reclamam de atrasos no pagamento de salários, motivo que inclusive resultou em greve anterior a essa.

Nesta quarta (23) a Prefeitura teve negado um pedido de liminar na justiça em que era pedido a retomada do serviço integral.

No entendimento do magistrado que analisou o pedido, a empresa sabe das suas obrigações e não é necessário a justiça dizer isto, mas pontuou que o descumprimento do contrato permite que ações de penalização na lei e em cláusulas do contrato podem ser feitas.

No pedido e ação civil pública, a Prefeitura de Presidente Prudente alega que desde a assinatura do contrato em 2017, o atendimento pela empresa é abaixo do esperado e necessário a população.

No documento o juiz da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Presidente Prudente, Darci Lopes Beraldo, deu um prazo de 15 dias para a empresa questionar as alegações da prefeitura, caso contrário podem ser entendidas como verdadeiras.

Willian Moreira em colaboração para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta