Frota de ônibus de Bragança Paulista (SP) deve ser ampliada a partir desta quinta (17)

Medida é uma ação em combate à pandemia de covid-19. Foto: Renan Bonfim Deodato/Ônibus Brasil.

Determinação foi publicada em Diário Oficial, com o objetivo de evitar aglomerações

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura de Bragança Paulista, no interior de São Paulo, determinou novas regras para o transporte coletivo. As medidas devem vigorar a partir desta quinta-feira, 17 de junho de 2021, como forma de combate à pandemia do vírus da covid-19 na cidade.

Entre as medidas, está a determinação para que a concessionária operadora do transporte coletivo urbano realize um aumento na frota em circulação nas ruas, com foco especial nos horários de pico.

O objetivo é evitar aglomerações no interior dos ônibus e assim conter a transmissão do coronavírus.

Os horários atualizados e linhas com aumento da frota devem ser informados tanto pela empresa de ônibus como pela Secretaria de Mobilidade Urbana, para evitar confusão e desinformação ao passageiro.

As medidas valem até 30 de junho. Também foram determinadas regras para o setor de bares, restaurantes e o comércio de bebidas alcoólicas.

Os supermercados devem ter controle de entrada e saída de pessoas para não exceder o limite de 40% da capacidade. Apenas uma pessoa por família será autorizada a entrar.

A locação de chácaras ou casas de festas está proibida, sob pena de multa no valor que pode variar de R$ 14 mil até R$ 290 mil.

Já as igrejas têm o limite máximo de 25% de pessoas no seu interior.

Veja abaixo o decreto na íntegra:

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. Maria Rita de Oliveira disse:

    A empresa de ônibus de Bragança Paulista não existe para servir a população, ao contrário, a população tem que se adequar aos horários! É uma vergonha ficar mais de 3 horas para se conseguir ir ou voltar ao centro.

Deixe uma resposta para Maria Rita de Oliveira Cancelar resposta