Prefeitura de São Luís (MA) fiscaliza plataformas elevatórias dos ônibus do transporte coletivo

Foto: prefeitura de São Luís (MA)

Objetivo é atender à implementação da política municipal de direitos da pessoa com deficiência

ALEXANDRE PELEGI

A Prefeitura de São Luís, no Maranhão, realizou uma ação de fiscalização dos ônibus que operam dentro do perímetro urbano da capital.

Realizada pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), o foco foi a verificação das plataformas elevatórias dos coletivos, com o objetivo de garantir o deslocamento seguro de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Na sexta-feira, 11 de junho de 2021, mais de 20 ônibus que atendem às linhas Cohatrac São Francisco, Cohatrac III e IV, Tribuzzi Rodoviária e Circular 1 e 2 foram alvo da fiscalização da SMTT.

Como resultado da ação, três coletivos foram retirados de circulação por apresentarem problemas nos elevadores.

Para o Secretário de Trânsito e Transportes da capital maranhense, José Cláudio Costa Ribeiro, a ação faz parte das políticas implementadas pela atual gestão, que desde o início do ano tem implementado atividades e projetos tanto na área educativa, quanto fiscalizatória, para garantir o direito daquelas pessoas que precisam de um olhar mais cuidadoso por parte do poder público. “Para tanto, a SMTT tem trabalhado em melhorias no transporte urbano, bem como realizado atividades educativas como, por exemplo, a ação ‘Estacionamento Consciente’, que incentiva o respeito às vagas preferenciais de espaços públicos e privados”, explicou o gestor.

Os ônibus identificados com problema no elevador ou outro defeito são recolhidos para manutenção. A empresa terá prazo de cinco dias para tomar providências, que serão verificadas em uma nova vistoria no pátio da SMTT.

A Secretaria também realizará ações educativas para os motoristas de ônibus da capital para aperfeiçoar o atendimento prestado por estes profissionais. “É importante que todos estejam afinados e capacitados para atender aos usuários em geral. Por essa razão, a SMTT entende que é importante levar orientações sobre o transporte de pessoas com deficiência, que inclui o manuseio correto do elevador, além de relacionamento interpessoal e ética no trabalho”, enfatizou a coordenadora de Educação para o Trânsito (Coetran) da SMTT, Adriane Pinheiro.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta