Com entrada da Sancetur em São Sebastião (SP), prefeito publica decreto que prevê subsídio mensal de R$ 783 mil

Prefeitura diz que contrato prevê 40 ônibus

Empresa deve começar a operar nesta sexta (11) às 7h; Serão 40 ônibus; Tarifa só será paga em dinheiro na transição

ADAMO BAZANI

O prefeito de São Sebastião, no litoral paulista, Felipe Augusto, publicou nesta quinta-feira, 10 de junho de 2021, o decreto 8239/2021 que prevê subsídios mensais de até R$ 783 mil (R$ 783.519,56) para o sistema municipal de transporte.

De acordo com justificativa do decreto, a prefeitura levou em consideração “as graves consequências para o sistema de transporte público decorrentes da perda de passageiros em função da pandemia”

A publicação ocorre no mesmo dia que o prefeito anunciou a entrada da Sancetur no lugar da Ecobus em um contrato emergencial de 180 dias.

A empresa Sancetur que opera em cidades como Atibaia, Indaiatuba, Valinhos, Americana, Limeira, deve começar a operar nesta sexta-feira, 11 de junho de 2021, a partir de 07h pela previsão inicial da prefeitura.

A Ecobus e a prefeitura travaram uma disputa judicial.

Como mostrou o Diário do Transporte, a 4ª Câmara de Direito Público do TJSP (Tribunal de Justiça de São Paulo) negou em 1º de junho de 2021, recurso da prefeitura de São Sebastião, no litoral paulista, e a Auto Viação São Sebastião Ltda (Ecobus) foi autorizada a continuar operando na cidade até o julgamento final do processo.

Entretanto, a prefeitura diz que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu a liminar do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Ainda no Diário Oficial da Cidade, foi publicado outro decreto com a alteração dos itinerários e manutenção das tarifas de ônibus das linhas municipais em decorrência da contratação emergencial da Sancetur.

Por meio de nota, a prefeitura informou que a Sancetur (Santa Cecília Turismo Ltda), a “SOU São Sebastião”, foi contratada por meio de licitação e que o contrato de prestação de serviço prevê a utilização de 40 veículos.

Ainda de acordo com o poder público, a Sancetur deverá preferencialmente, por meio de cadastro no PAT (Posto de Atendimento do Trabalhador), contratar ex-trabalhadores da Ecobus.

TARIFA SÓ EM DINHEIRO NA TRANSIÇÃO:

A gestão municipal informou ainda que neste momento de transição de empresa de ônibus, as passagens só poderão ser pagas em dinheiro e que a orientação aos usuários de transporte público que utilizam o Bus Card, é que retirem um extrato para saber o saldo do cartão de ônibus.

A partir de segunda-feira, 14 de junho de 2021, deve ser disponibilizado um guichê de atendimento sobre a bilhetagem. O local ainda vai ser informado.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Betho disse:

    Até que fim uma boa notícia…🙏🙌👏👏👏👏👏vai com Deus ecolixo

Deixe uma resposta para Betho Cancelar resposta