Piracicaba cria linha até Usina Santa Helena após Artesp suspender antigo serviço até município de Saltinho

Ônibus da TUPi, que opera o transporte em Piracicaba

Agência determinou que linha municipal não pode atender a município vizinho

ALEXANDRE PELEGI

Após a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) determinar a suspensão da linha municipal 329 Saltinho/TPA, que ligava Piracicaba, no interior de São Paulo, ao município vizinho de Saltinho, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes (Semuttran) decidiu criar a partir desta terça-feira, 08 de junho de 2021, a linha de ônibus 312-Higienópolis.

O serviço sai do Terminal Paulicéia com destino à Usina Santa Helena, em sete horários durante os dias úteis.

A Artesp suspendeu a linha 329 Saltinho/TPA, operada pela concessionária TUPi, por entender que o serviço é de característica intermunicipal, e não pode, portanto, ser operado pelo transporte municipal.

A linha existia há vários anos por um acordo entre as prefeituras, o que permitia aos moradores de Saltinho acessarem a zona urbana de Piracicaba.

A linha lançada hoje, a 312-Higienópolis, com destino à Usina Santa Helena, foi uma determinação do secretário José Vicente Caixeta Filho após a Semuttran realizar um estudo técnico.

Este estudo concluiu que grande parte dos passageiros de Piracicaba desembarca entre o Terminal Pauliceia (TPA) e a Usina Santa Helena. Com a criação da nova linha, os passageiros da antiga linha, agora suspensa pela Agência, serão novamente atendidos.

SUSPENSÃO

Saltinho fica a 14 quilômetros de Piracicaba e tem população estimada de 8.300 pessoas, muitas das quais trabalham em Piracicaba.

Com a antiga linha do transporte coletivo esses trabalhadores chegavam até o Terminal Pauliceia pagando tarifa social de R$ 4,30 e embarcavam para seu bairro de destino sem pagar novo bilhete.

Com a suspensão determinada pela Artesp, eles teriam de descer na Rodoviária e se dirigir ao Terminal Central de Integração, pagando mais uma passagem, caso precisassem seguir para um bairro mais distante do Centro.


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rogerio disse:

    Saudades de Piracicaba , terra de gente boa , morei muitos anos ai e hoje tenho boas recordações e muita saudade ! Saudações a minha segunda terra natal !
    Rogério – Santos-SP

Deixe uma resposta para Rogerio Cancelar resposta