ANTT faz operação contra transporte clandestino em Santa Catarina no Corpus Christi e apreende três ônibus

Agência fiscalizou 234 veículos e contou com apoio do Inmetro na verificação de cronotacógrafos

ALEXANDRE PELEGI

Em mais uma ação de fiscalização contra o transporte clandestino remunerado de passageiros, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) atuou durante o feriado de Corpus Christi, de 03 a 07 de junho de 2021 em diante, no estado de Santa Catarina.

A operação contou com apoio das polícias rodoviárias estadual e federal, do Inmetro e da concessionária Arteris.

Coube ao Inmetro fiscalizar a adulteração de cronotacógrafos, instrumentos que aferem velocidade e distância percorrida em função do tempo decorrido.

A equipe da ANTT contou também em algumas operações com o apoio da equipe da Agência do Rio Grande do Sul (URRS).

As ações aconteceram nos seguintes dias e locais:

03/06/21, BR 101/SC, km 81, Posto da PRF de Barra Velha: 65 veículos fiscalizados.

06/06/21, BR 101/SC, km 422, Posto da PRF de Araranguá: 22 veículos fiscalizados.

06/06/2021 BR 101/SC Posto de Pesagem Veícular (PPV) de Garuva: 104 veículos fiscalizados

07/06/21, BR 101/SC, km 422, Posto da PRF de Araranguá: 09 veículos fiscalizados.

07/06/2021 BR 101/SC, Posto de Pesagem Veícular (PPV) de Garuva: 38 fiscalizados.

Como resultado da operação, foram fiscalizados 234 veículos, e lavrados 44 autos de infração. O Inmetro notificou oito veículos.

Três veículos foram apreendidos.

No total, 6.880 passageiros foram impactados pela operação.

As principais infrações registradas foram passageiros que estavam fora da lista enviada à Agência, veículos que não estavam habilitados para fretamento,  e cronotacógrafos com selos violados.

Os passageiros que viajavam nos veículos irregulares apreendidos foram encaminhados para os terminais rodoviários próximos para poder continuar suas viagens em empresas regulares. Suas despesas foram custeadas pelas empresas infratoras.

A ANTT alerta a todos dos riscos que envolvem uma viagem em um transporte clandestino pela precariedade dos veículos e pelo aumento no risco de contágio pela COVID-19, pois nesse tipo de transporte, em regra, não são seguidas as orientações sanitárias.

Para informações sobre a legalidade da viagem ou denúncias de transporte clandestino, a Agência informa os canais da Ouvidoria:

Whatsapp (61) 99688-4306, telefone 166 ou pelo e-mail: ouvidoria@antt.gov.br.

Seguem imagens da operação cedidas pela equipe da ANTT:

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta