Terminal Vila Luzita é fechado em Santo André por causa de bando que atacou ônibus na Estrada do Cata Preta nesta sexta (04)

Imagem do ônibus ainda em chamas.

Motoristas temem retaliações e novos ataques

ADAMO BAZANI

Colaborou Jessica Marques

Passageiros de ônibus da região da Vila Luzita, em Santo André, estão sendo prejudicados na noite desta sexta-feira, 04 de junho de 2021, por causa de um ataque a um veículo de fretamento da Viação Cometa, na Estrada do Cata Preta próximo ao número 100.

O terminal só foi reaberto na manhã de sábado (05).

Três ônibus do transporte urbano, sendo dois da empresa Suzantur (linhas AL129 e AL117) e ETURSA – Empresa de Transporte Urbano Rodoviário de Santo André (linha I05) foram apedrejados, mas não incendiados.

Motoristas temem retaliações e novos ataques.

Os coletivos foram recolhidos e desde às 20h30 o Terminal de Vila Luzita, um dos mais movimentados da cidade, teve de fechar

Um bando cercou o ônibus e ateou fogo. Não há informações sobre feridos por causa do ataque.

De acordo com os primeiros dados recebidos pelas equipes do local, o ataque ocorreu em meio a uma manifestação contra a morte de um jovem pela polícia.

Apesar de o ônibus ter sido atacado, a morte deste jovem não tem nenhuma relação com transporte.

Nenhum criminoso responsável pelo ataque foi preso.

O artigo 163 do Código Penal deixa claro que destruir inutilizar ou deteriorar o bem ou serviços de uma união, tanto estado, quanto município é considerado crime contra o patrimônio público. São enquadrados também bens privados a serviço público, que é o caso de ônibus de concessionárias e permissionárias de transporte público.

Em nota ao Diário do Transporte, a Prefeitura de Santo André confirmou a suspensão do transporte coletivo operado pela Suzantur.

Confira a nota, na íntegra:

Um ônibus de fretamento foi incendiado em um protesto na noite desta sexta-feira (4) na Estrada Cata Preta. Por conta das manifestações, e para garantir a segurança de passageiros e motoristas, a Suzantur recolheu seus ônibus e suspendeu temporariamente a operação.

O Terminal da Vila Luzita foi fechado por volta de 20h30.

Três ônibus municipais foram apedrejados, sendo dois deles da Suzantur (linhas AL 129 a AL 117) e um do Consórcio União Santo André (linha I 05).

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. ERIK GERMANO DE SOUSA VIANA disse:

    Fóra fato que todos os clientes tiveram que voltar para casa a pé muitas deles mora longe tiveram que andar 50 minutos uma hora para poder chegar em casa e só foi avisado na última hora ninguém sabia que estava acontecendo e os passageiros acabaram de chegar do serviço estiveram aqui para casa a pé e nem o dinheiro foi devolvido

    1. Joares disse:

      Os manifestantes começaram a vandalizar no início da noite… manifestantes esses que moram onde as pessoas que dependem desses ônibus também moram…. eles é quem deveriam ter respeito ao patrimônio alheio e a essas pessoas…. como as empresas iriam avisar que parariam de circular, se tudo aconteceu de uma hora para outra? A não ser que eles avisasem que iam por fogo e fazer vandalismos via ofício…. Bom mas se avisasse também não teriam o que vandalizar né….

  2. Carlos Eduardo de Souza disse:

    Não são manifestantes. São tão bandidos quanto outros. Por que não tem a coragem de ir pôr fogo em viaturas no batalhão? Aí vira tudo gatinho. Só atrapalha a vida do cidadão de bem.

Deixe uma resposta para Carlos Eduardo de Souza Cancelar resposta