Vendas de ônibus acumulam alta de 14,8% entre janeiro de maio de 2021, diz Fenabrave

Em relação ao ranking das marcas, a Mercedes-Benz é líder no mercado de ônibus. Foto: Divulgação.

Perspectivas para o segundo semestre dependem do ritmo de vacinação contra a covid-19; na comparação entre maio de 2020 e maio de 2021, a alta neste ano foi de 130,78% nas vendas

ADAMO BAZANI / JESSICA MARQUES

As vendas de ônibus entre janeiro e maio de 2021, na comparação com o mesmo período de 2020, cresceram 14,8%.

Os dados são da Fenabrave, entidade que representa os revendedores, e foram divulgados nesta terça-feira, 02 de junho de 2021.

Nos primeiros cinco meses de 2020, foram emplacados para o mercado interno 6.576 ônibus e, neste ano, o acumulado foi de 7.549 unidades.

Na comparação entre maio de 2020 e maio de 2021, a alta neste ano foi de 130,78% nas vendas.

Em maio de 2020, foram 822 emplacamentos de ônibus no Brasil. Já em maio de 2021, foram 1.897 licenciados para operar.

Neste mês, em 2020, o mercado se ressentia ainda da suspensão por períodos maiores que em 2021, da operação das linhas de produção de ônibus.

Entre abril de 2021 e maio de 2021, a alta nos emplacamentos, ainda de acordo com a Fenabrave, foi de 35,5%. No quarto mês de 2021, foram vendidos 1.400 ônibus e em maio de 2021, foram 1.897.

Os números acumulados refletem a variação sobre a suspensão da produção em maiores intervalos no ano passado e o bom desempenho das vendas de ônibus de fretamento contínuo por causa das exigências das empresas em aumentarem o distanciamento entre os trabalhadores. Há também os reflexos dos últimos emplacamentos da licitação de 2019 do Programa Caminho da Escola.

Ocorre que no segundo semestre, estes setores terão uma redução natural. O fretamento já terá atendido boa parte da demanda, que tende a se acomodar e a nova licitação do Caminho da Escola ainda será lançada, com efeitos em 2022.

Sobrará para os segmentos de urbanos e rodoviários, que dependem da circulação da população em geral, continuam sendo os mais afetados e a situação só deve melhorar com a vacinação maior da população.

MARCAS

Em relação ao ranking das marcas, a Mercedes-Benz é líder no mercado de ônibus tanto no acumulado do ano, com 46,06 de participação, quanto considerando o mês de maio, com 47,81%.

Em segundo lugar, aparece a Volkswagen Caminhões & Ônibus e, em terceiro lugar, a Marcopolo, o que considera na verdade os veículos da Volare, que são vendidos montados.

Adamo Bazani e Jessica Marques, jornalistas especializados em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta