ANTT interdita três locais por venda de bilhetes para transporte clandestino em Arapiraca (AL)

Operação foi realizada em parceria com o Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual de Alagoas. Foto: Divulgação / ANTT.

Fiscalização foi realizada nesta quarta (26)

JESSICA MARQUES

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) interditou três locais por venda de bilhetes para o transporte clandestino em Arapiraca, no Alagoas. A fiscalização foi realizada nesta quarta-feira, 26 de maio de 2021.

Em parceria com o Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual de Alagoas, a ANTT realizou uma operação para combater o transporte clandestino de passageiros em Arapiraca.

Além disso, também foram fiscalizados estabelecimentos que comercializam bilhetes de passagem para o transporte clandestino nas imediações da Avenida Santos Dumont, imediações do Terminal Rodoviário de Arapiraca e Avenida Zeferino Magalhães.

Os três estabelecimentos interditados também foram autuados por executar serviço de transporte rodoviário interestadual remunerado de passageiros sem autorização e induzir os passageiros a erro, quando anunciavam um serviço para o qual não possuíam autorização da ANTT.

Segundo a ANTT, os proprietários e representantes legais dos estabelecimentos interditados deverão comparecer à sede da ANTT para realizar a solicitação de desinterdição, apresentando a documentação necessária, conforme orientado pela fiscalização e constante no termo de interdição.

“A Agência alerta a todos dos riscos que envolvem uma viagem em um transporte clandestino passageiros, seja pela precariedade da segurança dos veículos utilizados nesse transporte, como pelo aumento no risco de contágio pela COVID-19. Em regra, nesse tipo de transporte, não são seguidas as medidas e orientações sanitárias exigidas pelas autoridades sanitárias. Para informações sobre a legalidade da viagem e/ou denúncias de transporte clandestino, a Agência disponibiliza seus canais de Ouvidoria, podendo ser através do WhatsApp (61) 99688-4306 ou telefone 166 (24 horas) ou ainda pelo e-mail: ouvidoria@antt.gov.br“.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta