Duas estações do BRT Rio são incendiadas neste fim de semana

Incêndio na estação Olof Palme, no corredor Transolímpica. Foto: Divulgação.

Prejuízos estimados são de R$ 500 mil; locais estavam desativados

JESSICA MARQUES

Duas estações desativadas do BRT do Rio de Janeiro foram incendiadas neste fim de semana, a Cajueiros, no corredor Transoeste, e a Olof Palme, no corredor Transolímpica.

Os prejuízos são de R$ 500 mil, conforme estimado pela equipe de infraestrutura do sistema.

Por volta das 18h deste sábado, 22 de maio de 2021, uma equipe operacional do BRT Rio, que fazia a ronda no sistema, constatou um incêndio na estação Olof Palme, no corredor Transolímpica. O Corpo de Bombeiros foi acionado na hora e controlou o fogo rapidamente. Não houve feridos.

“A estação está desativada, mas havia uma pessoa no local que fugiu com a chegada da nossa equipe. As circunstâncias e causas do incêndio serão apuradas pelas autoridades competentes. O BRT Rio está fazendo o levantamento dos danos e do prejuízo na estação. A Olof Palme é uma das 46 estações que estão fechadas por causa de furto e vandalismo”, informou o BRT, em nota.

O segundo caso foi por volta das 14h deste domingo, 23, quando o monitoramento do BRT constatou que a estação Cajueiros estava pegando fogo.

A equipe informou que imediatamente acionou os bombeiros, que conseguiram controlar as chamas, e informou à polícia. Por estar inoperante, a estação não tinha energia elétrica ligada.

Segundo a equipe de infraestrutura do BRT, o fogo começou próximo à entrada principal, mesmo local onde se iniciou o incêndio de sábado na estação Olof Palme, no corredor Transolímpica.

“A bilheteria e as chapas de ferro ficaram destruídas. Não houve feridos em nenhum dos locais. Os prejuízos com esses dois incêndios são estimados em R$ 500 mil. As circunstâncias e causas dos incêndios serão apuradas pelas autoridades competentes. A Cajueiros e a Olof Palme estão fechadas por causa de furto e vandalismo”, informou o BRT, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta