Greve afeta parcialmente o transporte coletivo em Manaus (AM) nesta segunda (10)

Foto: Divulgação

Trabalhadores da Global Green reclamam da falta de segurança e questões salariais

WILLIAN MOREIRA

Uma greve iniciada na madrugada desta segunda-feira, 10 de maio de 2021, interrompeu parte do atendimento pelo transporte coletivo em Manaus, capital do Amazonas. Os ônibus voltaram a circular por volta das 10h.

Os rodoviários da empresa Global Green protestaram por reajuste salarial e pela vacinação da categoria contra o coronavírus, mas também pediram melhores condições de trabalho.

O grupo de manifestantes se queixa ainda do estado de conservação de parte da frota de ônibus, alguns em condições bem ruins, o que colocaria em risco os funcionários e os passageiros.

A expectativa do movimento é ter seus pedidos atendidos e serem ouvidos por representantes da empresa.

PARALISAÇÃO ILEGAL

Em nota, o Sinetram (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas) informou que a paralisação foi ilegal e que o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) será comunicado.

“O Sinetram informa que tomou todas as providências jurídicas cabíveis para evitar uma greve na Global GNZ, na cidade de Manaus, tendo sido atendido pelo Tribunal Regional do Trabalho no sentido de se manter 100% das operações da empresa conforme liminar expedida no dia 06 de Maio de 2021”, informou o sindicato, em nota.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta