Pesquisa ANTP/Cittamobi mostra aprovação de 72% para sistema BRT Sorocaba

Crédito da Imagem: Alexandre Maciel

Quesitos como rapidez, conforto e segurança tiveram índices de satisfação acima de 80%

ALEXANDRE PELEGI

Pesquisa Sensor encomendada pela Concessionária BRT Sorocaba e realizada pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) em parceria com o Cittamobi mostrou que os usuários do novo sistema de transporte estão aprovando os serviços.

A pesquisa revelou que 72% dos passageiros avaliaram o sistema de transporte como ótimo ou bom.

O levantamento estatístico foi realizado por meio de uma “Enquete Eletrônica” via aplicativo Cittamobi, plataforma que concentra a base de dados de passageiros de Sorocaba.

Foram coletadas 188 avaliações sobre a experiência em usar o BRT.

Nos questionamentos sobre características como rapidez, conforto e segurança, os resultados positivos foram superiores a 80%.

O Diretor de Operações da Concessionária BRT Sorocaba, Manoel Ferreira, enfatiza que “saber a visão do usuário nos faz avançar a cada dia e nos ajuda a sanar pontos de fragilidade priorizando o que realmente irá suprir a demanda. Ter o feedback é fundamental para a melhoria contínua do sistema. Tudo é feito para atender o público da maneira mais elevada e os resultados dessa pesquisa confirmam a qualidade do trabalho e a infraestrutura que estão sendo ofertados para a cidade”.

Ainda segundo a pesquisa, 84% consideraram a rapidez nos deslocamentos como ótima ou boa.

Já o quesito conforto foi avaliado por 96% dos passageiros como ótimo ou bom.

O BRT Sorocaba opera hoje com 80 novos veículos, sendo 59 tipo padron com 12,5 metros e 21 superarticulados com 23 metros. Toda frota possui maior capacidade de passageiros, wi-fi gratuito, tomadas USB, monitoramento interno de câmeras, ar-condicionado e motores mais silenciosos.

No fator segurança 86% dos participantes classificaram este quesito como ótimo ou bom. O passageiro realiza os deslocamentos em um ambiente com sistema de monitoramento nos veículos, estações, vias e terminais que totalizam 1.100 câmeras.

Isso representa mais de 1.000.000 m² de área assistida, oferecendo mais segurança para a população. Todos esses locais são controlados pelo Centro de Controle Operacional (CCO) e espelhados na Urbes – Trânsito e Transporte.

O CEO do Cittamobi, Paulo Fraga, destaca a possibilidade de realizar essa pesquisa como evidência da força do aplicativo como ferramenta digital para comunicação mais rápida com o passageiro. “O usuário do transporte coletivo é o nosso público e para ter eficiência na comunicação é muito importante saber quem são, o que o sistema está acertando e o que pode melhorar. Com as informações coletadas, a Concessionária poderá realizar ajustes ou reforçar ações na operação. Quanto mais informação acessamos, mais rápido podemos solucionar”, frisa.

A PESQUISA

A Pesquisa Sensor foi realizada pela ANTP em parceria com o Cittamobi, por encomenda do BRT Sorocaba.

Ela foi ativada via enquete eletrônica de 23 a 25 de março e 16 a 21 de abril de 2021.

Todos os passageiros da base de dados do Cittamobi localizados em Sorocaba foram convidados para responder sobre a experiência em usar o BRT. As perguntas foram de aplicação rápida e tiveram foco na qualidade do serviço.

O Vice-Presidente da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), Cláudio de Senna Frederico, explica o trabalho: “A análise de dados foi realizada pelo time de especialistas em transporte da ANTP, dando um significado aos números e calculando as notas dos índices de qualidade para que pudéssemos ter parâmetro. Os dados além de ajudar a operação do sistema BRT Sorocaba ainda poderão servir como comparativo com outras cidades que avaliem os mesmos indicadores”, conclui.

Do total de participantes, 53% são homens e 47% mulheres. A faixa etária do público participantes variou até pessoas acima dos 60 anos, porém os números mais expressivos foram passageiros de 18 a 39 anos que corresponderam a 70% e indivíduos de 40 a 59 anos que somaram 24% das avaliações.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta