ANTT apreende oito veículos transportando passageiros sem autorização em São Paulo

Ao todo, foram realizadas 13 abordagens pela agência

JESSICA MARQUES

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) apreendeu oito veículos por realizar transporte clandestino em São Paulo. O balanço foi divulgado nesta quarta-feira, 28 de abril de 2021.

Entre os dias 23 e 27 de abril, fiscais da agência, em conjunto com a Comando de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar/SP e Guarda Civil Metropolitana de São Paulo/SP, realizaram mais uma etapa da Operação Pascal na região da Grande São Paulo e principais acessos.

Neste período, foram 13 veículos abordados e oito apreendidos por realizar transporte clandestino. Os 133 passageiros que estavam nesses veículos apreendidos seguiram viagem em ônibus regulares e tiveram as passagens custeadas pelas empresas infratoras.

Os veículos apreendidos realizavam transporte entre o estado de São Paulo e os estados da Bahia, Ceará, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná e Sergipe.

Segundo a ANTT, foram aplicados 30 autos de infração, totalizando cerca de R$ 140 mil. As irregularidades encontradas estão relacionadas à segurança como pneus carecas, motocicletas transportadas no bagageiro com combustível, e ausência de extintor de incêndio e/ou vencidos, entre outras.

“As ações de combate ao transporte clandestino têm sido intensificadas pela ANTT desde o início da pandemia. Os veículos apreendidos foram autuados, conforme prevê a Resolução nº 4.287/14 da ANTT e encaminhados ao depósito, onde permanecerão por no mínimo 72 horas”, informou a ANTT, em nota.

“A ANTT alerta a todos dos riscos que estão agregados a uma viagem em um transporte clandestino. Há o risco natural de acidentes, pela precariedade dos veículos e principalmente, há o risco maior, do contágio pela COVID-19, visto que nesse tipo de transporte não são seguidas as devidas orientações sanitárias. A operação da Agência continua em várias regiões do Brasil”, pontuou também.

Confira as imagens das apreensões:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. antonio filho disse:

    Tem que ser assim, a fiscalização deve ocorrer diariamente 365 dias por ano de forma intensa incansável nos bolsões de estacionamentos clandestinos e de veiculos usados no transporte clandestino também, e, se assim fosse então não teríamos visto tantos acidentes macabros desde o começo do ano principalmente os que vem da região de alagoas na região nordestina.

  2. Dirceu disse:

    Trabalhando por interesses da máfia organizada das empresas certificadas. Apreenderam ônibus TOP ,e deixam latas velhas das empresas certificadas

Deixe uma resposta