Greve de ônibus em São Paulo é cancelada e terça-feira (20) tem operações normais

Ônibus na capital paulista

No dia 22, Governo do Estado deve definir datas vacinação de motoristas e cobradores contra a covid-19

ADAMO BAZANI

As operações dos ônbus da Capital Paulista, ABC, Osasco, Guarulhos e demais cidades da Grande São Paulo estão normais nesta terça-feira, 20 de abril de 2021.

Foi descartada  a greve de ônibus da capital paulista que estava prevista para hoje,

Na noite desta segunda-feira (19), foi realizada uma reunião entre o Governo do Estado de São Paulo e o Sindmotoristas, sindicato que representa a categoria sobre a pauta dos trabalhadores que é a vacinação contra a covid-19.

Os trabalhadores receberam promessa de imunização a começar com funcionários com 47 anos ou mais.

Os profissionais dizem que trabalham sob alto nível de exposição e cada vez mais funcionários do sistema de ônibus têm se contaminado, havendo também diversos registros de óbitos.

De acordo com documento assinado ao fim da reunião, o Governo se comprometeu até quinta-feira (22) detalhar as datas da vacinação.

Em mensagem, o presidente do Sindmotoristas, Valdevan Noventa, disse que serão beneficiados todos os trabalhadores do Estado e que as entidades sindicais vão cobrar o cumprimeto das promessas do governo

Os ânimos dos trabalhadores dos transportes sobre pneus ficaram mais exaltados no sábado (17), quando o governo de São Paulo anunciou que os profissionais do sistema metropolitano de trilhos (Metrô e CPTM) terão a vacinação a partir de 11 de maio, incialmente sendo imunizados os funcionários da operação e manutenção com 47 anos e idade ou mais.

O secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, em um vídeo nas redes sociais no sábado não citou os profissionais que atuam nos ônibus, muito embora sua pasta cuide também da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) que gerencia os serviços sobre pneus.

Por meio de nota, o Governo do Estado informou que ouviu na noite desta segunda-feira, 19 de abril de 2021, o pleito dos trabalhadores e vai analisar a possiblidade de vacinação destes profissionais.

Ainda de acordo com o Palácio dos Bandeirantes, a princípio, um grupo de trabalho será formado entre as partes para que seja possível a elaboração de um cronograma de imunização.

 “A Secretaria de Estado de Saúde recebeu a determinação do Governador João Doria de se debruçar na vacinação da categoria. O Estado entende que é importante imunizar os trabalhadores do transporte, não só pelos riscos que correm, mas, sobretudo, por serem essenciais no funcionamento da sociedade. Assim como fizemos com outras categorias, precisamos construir de forma coletiva este plano”, disse o Secretário-Executivo da Saúde, Eduardo Ribeiro, por meio de nota.

Ainda de acordo com o comunicado à imprensa, durante a reunião, os representantes do Governo de SP ressaltaram também a importância do Governo Federal de viabilizar mais vacinas, não só para atender a estes segmentos, mas a todos os brasileiros.

“Segundo os representantes do Governo, infelizmente, por uma postura errática da União no ano passado, o Brasil esnobou 130 milhões de doses de vacinas contra a COVID-19 – 60 milhões do Butantan e 70 milhões da Pfizer.

O Governo de São Paulo, por meio do Instituto Butantan, é responsável por 7 a cada 10 doses aplicadas no país e espera que o Governo Federal seja mais ágil para providenciar alternativas para a imunização da população.” – finaliza a nota.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Informe Publicitário
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. Carlos Eduardo disse:

    Esse governo é vergonhoso foi um dos piores na historia . Como não reconheçer os funcionário do transporte publico como prioritários . sendo q o mundo depende desses proficionas

  2. Alex disse:

    Ñ é justo. Eu ñ tenho 47 anos. Sou motorista c 41 anos e trabalho numa linha pesada do Pq D Pedro linha 5108-10. Estou super exposto ao risco d se contaminar. O ônibus anda lotado no horário d pico apesar d ser um superarticulado de 23 metros d comprimento. Pelo q to vendo ñ vou ter a vacina

Deixe uma resposta para Alex Cancelar resposta