Trabalhadores do transporte alternativo paralisam as atividades em Cubatão (SP)

Com mais de 50 veículos, os motoristas e cobradores da Coopertranspuniao se concentraram na região central da cidade. Fotos: Divulgação.

Motoristas e cobradores se queixam de decisão judicial que vai extinguir o sistema no município

WILLIAN MOREIRA

Os rodoviários da empresa Coopertranspuniao, que atuam no transporte alternativo na cidade de Cubatão, no Litoral de São Paulo, interromperam a operação do serviço na manhã desta segunda-feira, 19 de abril de 2021. A categoria protesta contra a decisão que acaba com a permissão da atuação das vans no município

Com mais de 50 veículos, os motoristas e cobradores da Coopertranspuniao se concentraram na região central da cidade. Os trabalhadores seguiram a pé em direção à Prefeitura para pedir ao prefeito que reveja a medida de acabar com a permissão e que os direitos para circulação do transporte não sejam retirados. Segundo os rodoviários, esta era uma promessa de campanha.

Recentemente, a Justiça considerou ilegal a lei de 1997 que permitia o transporte alternativo, porque quem a fez foi um vereador e não prefeito, havendo assim, inconstitucionalidade. Desta maneira, a permissão segue válida até o fim de abril.

O movimento grevista é por tempo indeterminado e não foram decididos os próximos passos do protesto.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta