Diadema vai seguir fase de transição de Doria e mantém interrupção de ônibus da 22h às 04h

Ônibus da Suzantur em Diadema

Comércio e igrejas podem receber público a partir deste domingo (18); Restaurantes, academias, salões de beleza e atividades culturais abrem no dia 24

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Diadema, no ABC Paulista, informou que vai seguir as determinações da “fase de transição” do Plano São Paulo do Estado, que traz mais flexibilizações que a fase vermelha, mas é mais restritiva que a fase laranja.

Além das obrigações do Governo do Estado, Diadema manteve a suspensão da circulação dos ônibus municipais entre 22h e 04h.

A medida é uma iniciativa da própria prefeitura, já que o Estado em nenhuma das fases determinou restrições ao transporte público, inclusive nas mais severas, como as fases emergencial e vermelha.

Assim, só deixam de circular das 22h às 04h os ônibus municipais operados pela Suzantur.

Os ônibus metropolitanos gerenciados pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), do Governo do Estado, continuam operando sem restrições de horário. Entre as empresas intermunicipais que atendem Diadema estão MobiBrasil, Trans-Bus, Imigrantes, Expresso SBC, Triângulo, etc.

Na primeira etapa da fase de transição, entre os dias 18 e 23 de abril, só podem abrir das 11h às 19h estabelecimentos comerciais de rua não essenciais e shoppings, com o limite de 25% de ocupação. Atividades religiosas coletivas voltam em 18 de abril também, com 25% de ocupação e 1,5 m de distanciamento entre os frequentadores.

Já na segunda etapa da fase de transição, entre os dias 24 e 30 de abril, podem também abrir das 11h às 19h, com 25% de ocupação, atividades como restaurantes, salões de beleza e atividades culturais também podem funcionar das 11h às 19h. Já as academias têm horários específicos, das 7h às 11h e das 15h às 19h.

Em nota, a prefeitura detalha as principais normas.

O que muda na fase de transição

Com a atualização do Plano SP, as seguintes medidas começam a valer a partir de domingo (18):

  • comércio pode funcionar das 11h às 19h, mas com limite de 25% de ocupação do local;
  • missas e cultos podem ser realizados, respeitando todos os protocolos sanitários

A partir de 24 de abril até o dia 30, serão liberadas as seguintes atividades:

  • restaurantes e similares, das 11h às 19h, com ocupação de 25%
  • salões de beleza e barbearias, das 11h às 19h, com ocupação de 25%
  • atividades culturais, das 11h às 19h, com ocupação de 25%
  • academias, das 7h às 11h e das 15h às 19h, com ocupação de 25%

As seguintes medidas da fase vermelha foram mantidas:

  • recomendação do teletrabalho (home office)
  • recomendação do escalonamento de horários alternados para a entrada de funcionários dos setores de serviços, do comércio e da indústria
  • toque de recolher das 20h às 5h
  • interrupção do transporte urbano das 22h às 4h

Continuam valendo:

  • reabertura das lojas de material de construção;
  • retirada de pedidos de comida diretamente em restaurantes e lojas
  • proibido consumo local em lanchonetes e restaurantes
  • proibido o funcionamento de bares

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. JDavis disse:

    Uma Vergonha aqui em Diadema, ja arrependi do Meu voto no Fillipe tudo vai abrir menos as Escolas estaduais e Municipal. Mais pudera, Afinal o PT não Gosta De Educação

  2. Derlinda Thebas disse:

    Tem que Continuar orando ser essa Continuação Mesmo pôr que tem Mtas Pessoas com essa Doença Sofrendo más têm as comemorações não param Como vai Acabar com esse Vírus as pessoas não Respeitando.

Deixe uma resposta para JDavis Cancelar resposta