Prefeitura de Guarujá e City Transporte colocam micro-ônibus gratuitos para pacientes não covid irem às UPAs

Veículos partem de acordo com a demanda

Partidas são da UPA Rodoviária, que só atende pessoas com suspeita de covid-19

ADAMO BAZANI

Pacientes que procuram a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Matheus Santamaria, a UPA Rodoviária, em Guarujá, e que não estão com sintomas da covid-19 passam a contar com dois micro-ônibus que levam gratuitamente estas pessoas para outras unidades de Saúde, como as UPAs da Enseada, Vicente de Carvalho, Perequê ou Santa Cruz, de acordo com a residência do cidadão.

O serviço é uma parceria entre a prefeitura e a operadora das linhas da cidade, City Transporte-Guarujá.

A medida ocorre porque desde 01º de abril de 2021, a UPA Rodoviária se tornou atendimento exclusivo para pessoas com suspeita de covid-19 ou já com a confirmação da doença.

De acordo com a prefeitura, o]  veículos ficam estacionados em frente à UPA e as partidas são realizadas de acordo com a demanda.

Além disso, outras duas vans estão na Unidade de Pronto Atendimento da Enseada e de Vicente de Carvalho para o transporte de pacientes com covid-19 para a UPA Rodoviária.

As vans passam por higienização a cada viagem e são seguidos protocolos sanitários, como máscaras e álcool em gel.

A prefeitura informou também que em casos de emergência na UPA Rodoviária, a pessoa recebe os primeiros cuidados e, quando estabilizada, é encaminhada de ambulância para uma das outras unidades.

“Nos casos de urgência, é recomendado que o munícipe busque a segunda UPA mais próxima de sua residência – caso a primeira seja a da Rodoviária. Mas, ainda assim, o Município disponibilizará vans e micro-ônibus para transportar pacientes que têm condições físicas e de saúde para tal.” – orienta a nota da administração.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Ismael Junior disse:

    Diante desse serviço a ser prestado, todo cuidado com a saúde dos condutores desses veículos é pouco

Deixe uma resposta